Diário de Oliver Queen

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Diário de Oliver Queen

Mensagem por Oliver Queen em 28.09.14 14:19



My Name is Oliver Queen







[10|04|2013] - Aeroporto Militar de Seatle [Estados Unidos]

A base militar de Seatle se preparava para receber mais uma remessa de soldados que voltavam de missões no exterior, no total treze homens regressavam para sua casa, trajando sempre seu uniforme e equipamentos e trazendo consigo seus fuzis e metralhadores nas mãos, entre eles porém um soldado não tinha em posse nenhuma arma de fogo, portava consigo um arco de metal, usado para caça em alguns países europeus e em suas costas uma aljava possuindo algumas flechas, além de um uniforme sem tanta proteção quanto os demais. Ao longe da pista de pouso se via três grandes carros pretos e alguns homens vestindo ternos negros e óculos escuros ao lado dos veículos.

- Quando avisto homens vestidos daquele jeito, sempre imagino que virão nos pedir para ir até algum local isolado, sem uma boa comida, cuja as chances de morrer são enormes e que nos manterão longe da família por um bom tempo. Resmungou um dos soldados.

- Gostaria de ver esses agentes federais trocando tiros com terroristas palestinos em um calor de cem graus vestidos dessa forma. Colocou outro, enquanto todo o esquadrão continuava andando.

Um daqueles homens vestido de preto começou sua caminhada e passou, ignorando todos os demais soldados até chegar no guerreiro portando um arco.

- É uma honra Tenente Queen, finalmente conhecê-lo, estávamos ansiosos para poder entrar em contato com você. Falou um dos possíveis agentes ao portador da aljava nas costas, parando-o em meio a guarnição que continuou a andar.

- Se me esperaram tanto, poderiam pelo menos ter trazido uma lata de refrigerante e um X-Burger, não é muito comum ter isso nas Arábias. Retrucou o tenente, soltando um leve sorriso.

- Bem... Eu sou o Agente Alfred Nielmam da Divisão Logística e Aplicação de Intervenção Estratégica Interna ou como preferimos chamar, S.H.I.E.L.D. Disse Alfred, estendendo sua mão em direção a do arqueiro.

- É um belo nome, pena que nunca conseguirei chamar. Falou o soldado apertando a mão de Nielmam.- Mas então, qual é o problema? Indagou friamente Queen.

- Na verdade nenhum Tenente. Viemos pelo espanto que tivemos ao analisar sua ficha militar, é bem incomum alguém na sua idade possuir tantas medalhas de mérito e tantos feitos militares. Pôs o Agente.- Em sua última missão você prendeu dois dos principais terroristas radicais islâmicos sem atirar uma bala sequer, é algo simplesmente fantástico. Elogiou o anfitrião.

- Bem... Quando se está com um bandido fazendo mira bem no meio da sua testa, não se surpreenda com aquilo que você pode fazer, ainda mais que para mim flechas são melhores do que balas, mas diga-me, o que exatamente quer? Perguntou o homem à regressar.

- Acho que antes de conversamos você precisa descansar senhor Queen, volte para casa, descanse e na segunda-feira me encontre neste lugar, temos muito o que falar. Pediu Alfred, entregando-lhe um cartão.

- Me esperaram esse tempo todo só para me dá um cartão? É bom saber o quanto vocês são prestativos. Ironizou o tenente Oliver Queen, puxando a corda de sua aljava e rumando em direção a saída.

- É uma honra poder ter falado com o senhor, Tenente Queen. Agradeceu o agente da S.H.I.E.L.D, enquanto Oliver já de costas para ele levantou a mãe como em um aceno.

post: 001 ~ Roupas: Aqui ~ Oliver Queen ~ Notas: ~
@ sugaravatars
avatar
Oliver Queen
Agents of S.H.I.E.L.D
Agents of S.H.I.E.L.D

Mensagens : 73

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário de Oliver Queen

Mensagem por Oliver Queen em 28.09.14 19:43



My Name is Oliver Queen







[16|05|2013] - Nova Iorque [Estados Unidos]

Um ataque de mutantes sem causa causou alvoroço no centro da cidade, o Departamento de Polícia Nova Iorquino não estava conseguindo controlar os encrenqueiros e então a S.H.I.E.L.D foi acionada, em especial a organização também tinha interesse nos poderes daqueles marginais. No total eram três super-humanos, o primeiro a se destacar tinha a epiderme de metal que impedia de balas penetrarem seu corpo, além de possuir Super-Força, o segundo criava e controlava uma enorme quantidade de chamas, capazes de causar grandes explosões e o terceiro possuía poderes magnéticos capazes de criar escudos repelidores e lançar veículos.

Oliver estava na agência pouco mais de um mês, ex-tenente do exército ele acreditou que ao entra na instituição poderia ajudar a população contra as ameaças mais perigosas do mundo naquele momento, os super-vilões. Ele chegava com sua equipe formada por mais seis agentes, portando um uniforme negro com capuz e máscara que deixava amosta apenas os olhos, além de seu arco na mão esquerda e aljava presa as costas, o veículo deles parou há cem metros do perímetro de onde os mutantes estavam, ao chegar viram uma grande explosão vinda de lá, enquanto uma barricada formada por camburões e pneus mantinham os policiais  atrás na casa dos oitenta metros dos super-poderosos, os mesmo atiravam sem cessar com suas armas de fogo de grande porte.

- Parece que começaram a festa sem nós. Disse o agente encapuzado.

- Continue atirando senhores, recarreguem suas armas e não os permitam avançar. Ordenou o Sargento do Departamento Policial, Will Smith, enquanto seus subordinados tentavam impedir o avanço dos criminosos.

- O que houve aqui? Interrogou um dos agentes da S.H.I.E.L.D

- Senhores... Cumprimentou os reforços o policial.- Ao que parecem eles estavam tranquilos na rua, quando de repente começaram a atacar civis e a destruir as construções em volta como em um surto de loucura, tentamos fazê-los recuar usando armamento pesado, mas um deles é imune a balas e o outro impede qualquer tipo de metal de passar por sua barreira invisível, além de proteger o outro companheiro, que está explodindo diversas bases dos prédios. Explicou Will.

- Devem está sobre controle mental ou quem sabe em alguma missão, alguém pode está querendo chamar a atenção por trás desse ataque. Acrescentou um dos especialista da S.H.I.E.L.D

- Não importa quem é ou quem seja, devemos pará-los agora. Falou Oliver.

- Boa sorte então garoto, nenhuma arma que temos conseguiu impedir o avanço deles e os jatos não conseguiriam sobrevoar tão baixo por entre tantos prédios, fora que atacá-los com granadas e bombas será em última instância, existem civis feridos por toda a parte, seria um genocídio. Detalhou o sargento.

- De quantos civis estamos falando? Indagou um dos agentes.

- O ataque feriu cerca de dez civis, mas existem centenas presas dentro dos prédios, as mesmas conseguiram resgatar os feridos antes de irem para os andares superiores, desligar os elevadores e pedir ajuda, porém a menos que algum Super-Herói de plantão apareça, a única coisa que podemos fazer é ganhar tempo. Adicionou Smith.

- É muito bom saber que vocês sempre tem um ótimo plano. Ironizou o arqueiro.- Mande-os parar de atirar, deixe esses caras comigo. Completou o portador do arco.

- Estamos usando armas de alto calibre meu jovem, essas balas atravessariam você como se fosse papel em questão de segundos, acha mesmo que flechas farão algum efeito neles? Murmurou o velho policial, enquanto os demais continuavam a atirar.

- Bem... Se é assim, parece que eu terei de fazer do jeito mais difícil. Pontuou Queen, com um sorriso encoberto pela máscara que trazia frente a boca, logo ele puxou uma flecha da aljava com extrema velocidade e jogou perto dos policiais, esta explodiu em uma grande quantidade de fumaça que fizeram os defensores da justiça pararem de atirar, começarem a tossir e correr em direção contrário da fumaça, após isso Oliver correu, pulou por entre os carros e foi em direção aos bandidos.

- QUE LOUCURA ESSE CARA ESTÁ FAZENDO?! Exclamou Will, puxando a pistola da cintura.

- É a nossa vez de ajudarmos senhor, a partir de agora, estão liberados. Informou um dos agentes, rindo ao olhar para o sargento.

Os mutantes atacavam as portas dos prédios e mesmo que elas estivessem abertas ou arrombadas, lutavam contra as paredes dos mesmos, como quem quisesse os derrubar. O mutante da epiderme de metal viu Oliver vindo e apontou-o, indicado-o para os demais, logo o que possui controle sobre magnetismo levantou um carro e jogou na direção do arqueiro que habilmente se esquivou, saltando pro lado.

- Ah qual é? Flechas contra carros, que tal igualarmos as coisas? Retrucou o Queen, sacando a flecha de sua aljava e lançando em direção ao mesmo, o objeto porém parou cerca de um metro de distância do mesmo, graças a barreira magnética, mas em seguida explodiu.- Por essa você não esperava em bichão? Brincou o agente, que viu seu ataque fracassar, quando o outro mutante esticando a palma da mão absorveu o fogo do golpe.

O mutante de ferro começou a correr feito uma fera em direção ao arqueiro, este puxou da aljava outra flecha explosiva e lançou contra ele, porém mesmo acertando sequer o atrasou e seu movimento continuou até alcançar Oliver e com uma ombrada o jogar contra a parede com uma grande força. Caído no chão o criminoso com super-força pegou o arqueiro pelo braço e novamente o lançou, dessa vez contra a parede do outro lado da rua.

- Argh... Você é bem forte grandão. Me pergunto porque só do lado inimigo tem uns monstros desses. Continuava irônico o ex-tenente, enquanto se levantava lentamente.

Aquele incrível mutante olhou fixamente para o agente, com um olhar maligno e dessa vez correu com mais força e vontade em sua direção, entretanto Queen puxou de sua aljava tão rápido quanto uma bala, uma flecha de ponta elétrica que ao ser lançada atingiu em cheio o abdômen do vândalo que gritou ao receber uma descarga elétrica enorme, que o fez cair desmaiado ao chão e assumindo sua forma normal.

- Metal conduz eletricidade tanto quanto o corpo humano... Agora faltam só mais dois. Pensou alto o arqueiro, enquanto ao olhar de volta para os criminosos restante, viu um hidrante tão perto dele, que não deu tempo de esquivar e acertou-o na barriga o jogando no chão mais uma vez.

O ataque conseguiu quebrar duas costelas do agente que se levantou lentamente mais uma vez, o hidrante mais uma vez começou a flutuar, enquanto um dos mutantes estirava a mão em direção ao objeto, controlando-o, enquanto o outro voltava a jogar chamas em direção aos prédios.

- Se estivessem em sã consciência já teriam me matado, estes caras estão sob algum controle mental ou são muito burros. Disse Oliver, puxando mais uma vez uma flecha e lançado em direção ao mutante magnético que esticou sua outra mão tentando pará-la, mas não conseguiu e a ponta transpassou seu ombro e o fez cair também.- Flechas de madeira, banhadas com paralisantes? Quem diria que seriam úteis? Indagou o jovem irônico, concentrando seu olhar no último mutante que apenas ergueu seu braço para o arqueiro e em seguida foi baleado bem no meio da cabeça.

- CONSEGUIMOS!! Gritou Smith, atrás da barricada segurando uma Dragunov e mostrando que ele havia sido o disparante.

Queen olhou para trás surpreso e em seguida caminhou com dificuldades em direção ao assassinado, derramando uma lágrima. Tudo se resolveu depois muito rápido, a polícia conseguiu resgatar os civis e prendeu os dois mutantes que alegaram não se lembrar do que ocorreu, mostrando realmente que estavam sob algum controle mental, no fim da tarde a imprensa comemorava o bem-sucedido resgate, enquanto na ambulância, já medicado Oliver era cumprimentando por todos ali.

- Tenho que admitir garoto, você foi incrível, realmente podemos chamá-lo de herói. Disse o velho sargento, enquanto viu Oliver sair do veículo mancando e partir em outra direção, cabisbaixo.

- Herói hã? Tsc. Finalizou o arqueiro, partindo rumo ao horizonte.

post: 002 ~ Roupas ~ Oliver Queen ~ ~
thanks, lollipop @ sugaravatars
[/b][/b]
avatar
Oliver Queen
Agents of S.H.I.E.L.D
Agents of S.H.I.E.L.D

Mensagens : 73

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum