Diário de Jean Grey

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Diário de Jean Grey

Mensagem por Jean Grey em 12.10.13 0:42

FATORES

- Jean Grey era a filha mais nova do professor John Grey do Departamento de História de Bard College, em Annandale-on-Hudson, Nova York, e sua esposa Elaine Grey. Sua irmã mais velha se chamava Sara.
- Sua infância foi tranquila, até completar 10 anos de idade. Jogando bola com sua melhor amiga, Annie Richardson, Jean presenciou Annie ser atingida por um carro. A emoção que Jean sentiu ao presenciar sua amiga morrer despertou seus latentes poderes telepáticas e ela experimentou as próprias emoções de Annie ao morrer.
- Este evento traumático deixou Jean em um estado retraído e profundamente deprimido. Além disso, Jean não conseguia controlar suas recém despertas habilidades telepáticas e teve que isolar-se de outras pessoas para manter a sua sanidade.
- Finalmente, quando Jean fez 11 anos foi a um psiquiatra que recomendou a seus pais que consultem um colega seu, o Professor Charles Xavier , que era secretamente um mutante com imensos poderes telepáticos. O Prof. Xavier explicou à Jean, mas não a seus pais, que ela era uma mutante e que ele cuidaria dela. O Professor ensinou Jean como levitar e manipular objetos através da força psiônica quando ela desenvolveu sua telecinese aos 13 anos de idade. Xavier usou até mesmo a jovem Jean para calibrar a máquina Cérebro.
- Durante uma sessão particular, um aspecto da mente da jovem Jean chegou a tocar na forma de uma Labareda Fênix a mente do jovem órfão Scott Summers (Ciclope) enquanto ele dormia. Prof. Xavier ergueu barreiras psíquicas na mente de Jean para que ela não pudesse ser capaz de usar suas habilidades telepáticas, até que ela fosse madura o suficiente para lidar com eles.
- Quando o Prof Xavier julgou que Jean havia chegado a um certo nível de controle de seu poder telecinético, ele recomendou a seus pais matriculá-la em sua recém-criada Escola Xavier para Jovens Superdotados. Desconhecido para o Sr. e Sra. Grey, esta escola serviu como uma cobertura para os X-Men, uma equipe de jovens mutantes super-humanos que estão sendo treinados pelo Professor Xavier para combater as ameaças representadas por mutantes malignos que usariam seus poderes contra a humanidade. Jean Grey foi a primeira aluna a se matricular. Ela se tornou a quinta X-Man e a primeira mulher a integrar a equipe, que também que consistia de Ciclope , Homem de Gelo , Anjo e Fera. Jean assumiu o codinome Garota Marvel. Na Escola para Jovens Superdotados, os X-Men originais foram tutelados pelo Professor X e treinados no uso dos seus poderes na Sala de Perigo. Eles permaneceram juntos por vários anos.
- Pouco tempo depois que se juntou à equipe, Jean teve uma queda por Ciclope, Scott Summers, mas era tímida demais para demonstrar. Scott rapidamente se tornou vice-líder dos X-Men. Enquanto ele era um hábil estrategista, Scott faltava em habilidades sociais. Scott havia se apaixonado por Jean, mas seu comportamento reservado o impediu de expressar seus sentimentos por ela. Por um longo tempo, Scott se recusou a admitir, até para si mesmo, que ele tinha sentimentos por Jean, com medo de se machucar ou de que suas rajadas óticas iria machucá-la -- ou qualquer outra pessoa com quem se importava. Scott também sentiu que não era páreo para seu companheiro de equipe rico, Warren Worthington III, Anjo, que também estava romanticamente interessada por Jean.
- Depois de Jean oficialmente se formar na Escola Xavier, seus pais a transferiram para a Faculdade Metro. Scott e os outros X-Men ficaram de coração partido. Jean ficou por um tempo como X-Men, quando o tempo permitia, mas deixou de ser uma super-heroína em tempo integral. Jean foi finalmente capaz de voltar a tempo para compor a equipe novamente. Jean e Scott revelaram sua paixão um pelo outro e começaram a namorar.
- Satisfeito com o aumento das habilidades de Jean em seus anos de prática, Xavier tirou as barreiras psíquicas que impedem Jean de usar suas habilidades telepáticas. Quando Xavier descobriu que para impedir a invasão de terra pelo alienígena Z'Nox ele teria de isolar-se por um longo tempo, a fim de fazer preparações. Ele teve o mutante metamorfo chamado Morfo tomando o seu lugar cuidando dos X-Men, e apenas à Jean foi permitido saber a verdade. Xavier mandou Jean manter seu segredo, mesmo depois que Morfo foi morto em batalha, levando outros X-Men a acreditar que seu mentor tinha morrido.
- Enquanto estava em uma missão no espaço com o Quarteto Fantástico para derrotar os Z'Nox de uma vez por todas, Jean foi incorporada pela Força Fênix. A Força Fênix é uma das mais antigas entidades cósmicas conhecidas. É uma manifestação imortal, indestrutível, e mutável da principal força universal da vida e está entre os seres mais temidos em todo o universo. Ela sentiu um potencial ilimitado em Jean ao tocar seu subconsciente. A Força Fênix teria uma enorme influência sobre o resto de vida de Scott e Jean.
- Quando Jean e os outros X-Men originais a equipe após a formação de um novo time de X-Men, Ciclope continuou como vice-líder, sentindo que ele nunca seria capaz de levar uma vida normal por causa da natureza incontrolável de seus poderes, embora continuasse a namorar Jean. Seu relacionamento a manteve conectada com a equipe. A nova equipe foi formada por indivíduos solitários, como Wolverine, que rapidamente desenvolveu sentimentos por Jean. Formou um amizade estreita com tempestade. Tempos depois passou a morar com a investigadora particular Misty Knight.

MORTE DE JEAN GREY - FORÇA FENIX

- Enquanto passava o Natal com Scott e os X-Men, Jean foi sequestrada junto com Xavier, Wolverine e Banshee por Sentinelas de Steven Lang e levados a bordo da estação espacial de Lang. Depois de derrotar Lang, os X-Men tiveram que fugir de volta para Terra a bordo de um ônibus espacial durante uma tempestade de radiação solar. O cockpit não tinha a proteção necessária para proteger o piloto da radiação letal. Jean absorveu o conhecimento de voo do Dr. Peter Corbeau e se ofereceu para pilotar. Enquanto guia o ônibus para a Terra com os outros X-Men protegidos pela parte blindado do ônibus, a radiação solar finalmente provou ser muito grande e ela começou a sucumbir aos seus efeitos letais.
- No entanto, Jean não morreu. A Força Fênix respondeu as chamadas telepáticas de angústia de Jean para ajudar. A Força Fênix informou a Jean que ela estava morrendo, mas que, ao tomar a mão da Força Fênix , Jean ganharia seu "desejo do coração". O que Jean mais queria era salvar a vida dos X-Men e dela mesma. Jean segurou o braço da Força Fênix e entrou em coma. Ela então tomou a forma, memórias e personalidade de Jean, absorvendo uma parte de sua consciência. Então colocou Jean dentro de um casulo, enquanto seus ferimentos eram curados. Fênix deu certeza de que os X-Men sobreviveriam ao seu retorno à Terra, mantendo sua promessa a Jean. O ônibus caiu na Baia Jamaica e os X-Men ficaram chocados quando "Jean" saiu dos destroços ilesa, chamando a si mesma de Fênix.
- Scott não tinha ideia de que a mulher que ele amava tinha sido substituída por ser cósmico enquanto a verdadeira Jean descansava em um casulo no fundo da baía. A Fênix ocupou o lugar de Jean como um membro dos X-Men e continuou romanticamente envolvida com Scott.
- A Fênix revelou-se como uma mutante na frente dos pais de Jean. Fênix curou o Cristal M'Kraan, o nexo de todas as realidades, salvando o universo. Mais tarde, a Fênix conteve a explosão ótica de Scott dando-lhe a chance de vê-la claramente. Scott e Fênix partilharam de uma noite íntima juntos.
- Tragicamente, a Fênix foi corrompida em Fênix Negra por influência de Mentre Mental e do Clube do Inferno. Ela se transformou na Rainha Negra do Círculo Interno. Depois de sobrepujar o controle do Mestre Mental, a Fênix passou por outra transformação na Fênix Negra. Ela viajou através do universo, onde ela devorou ​​toda uma estrela e os cinco bilhões de habitantes de um de seus planetas. Ela voltou para a Terra e ameaçou matar a todos, mas o professor Xavier foi capaz de manter Fênix sob controle e ajudou-a a voltar ao normal. Scott finalmente pediu a mão da Fênix antes de serem teleportado para longe pelo Império Shi'ar.
- O Império Shiar tinha testemunhado a Fênix Negra consumir uma estrela e os X-Men foram forçados a batalhar com a Guarda Imperial sobre o destino da Fênix na Área Azul da Lua. A batalha desencadeada transformou a Fênix em Fênix Negra mais uma vez. Fênix entendeu que ela nunca seria capaz de controlar totalmente a fome sombria dentro de si e se sacrificou. Quando Fênix se suicidou, Scott acreditava que o amor de sua vida tinha morrido e ele deixou os X-Men.

SALA BRANCA

A porção de consciência de Jean, que estava ligada a Força Fênix acordou em um reino chamado A Sala Branca. Lá Jean encontrou-se no topo de uma torre flutuante em um espaço exterior vestida com uma roupa branca e a Fênix se perguntou por que ela não estava morta. Jean perguntou se havia três fases da Fênix: Verde, o Bom; Vermelho, o Mau e o Branco da qual ela não tinha descoberto o significado ainda.

Jean foi abordado pela morte em si, que se manifestou como um trabalhador de construção masculino cósmico. A morte tinha construído torres para abrigar as almas das vítimas da Fênix Negra. Jean também reviveu a experiência da destruição do sistema D'Bari a partir do ponto de vista das vítimas. Morte explicou a Jean que ela era um avatar da Fênix, porque o seu "espírito" era a "sincronia mais próxima" da Fênix. Se ela e a Fênix não fossem feitas uma para outra, então elas jamais teriam de fundido. Ela estava destinada a se tornar o Fênix e para curar o Cristal M'Kraan. Sua percepção e imaginação influenciaram a Fênix que por direito ela lhe pertencia e que um dia viria até seus filhos. A morte instruiu Jean a retornar à vida, para viver e aprender.

O Fênix tentou devolver os fragmentos emprestados da vida de Jean. Envolto em uma pequena parte de si mesmo, a Força Fênix introduziu estes aspectos a estrutura genética de Jean e mandou-os para o seu corpo, ainda no casulo no fundo da baía. Jean, instintivamente, rejeitou a Fênix, incapaz de lidar com as imagens horríveis de dor Fênix Negra havia feito. A Fênix vagou pelo mundo, perdida.

CLONE DE JEAN GREY

No momento que a Fênix Negra morreu na lua, uma centelha da Força Fênix foi acidentalmente levada à um clone genético de Jean, Madelyne Pryor. Madelyne tinha sido uma experiência fracassada de Sr. Sinistro. Sinistro queria Jean devido o seu potencial genético quando ela era uma criança, mas não raptá-la, sabendo que ele poderia ser exposto por Xavier. Ele acreditava que uma união entre Ciclope e Jean Grey iria produzir um mutante poderoso que ele poderia usar para derrotar seu inimigo, Apocalipse, então ele clonou Jean. Sinistro abandonou o clone quando ela não manifestou quaisquer habilidades mutantes. O aspecto perdido da Fênix, que tinha sido rejeitada por Jean tornou-se atraída por Madelyne Pryor, a hospedeira potencialmente mais próxima. Ela deu uma centelha de si própria para Madelyne, concedendo-lhe força vital e algumas das memórias de Jean. Madelyne veio a viver cercada por um pássaro de fogo e Sinistro imediatamente colocou seu esquema em movimento de novo.

Scott ficou chocado ao encontrar Madelyne Pryor. Sem saber que Madelyne era um clone de Jean agora programada pelo Sinistro para se apaixonar por ele, Scott tornou-se obcecado com a semelhança de Madelyne com seu amor perdido. Ele soube que ela foi a única sobrevivente de um acidente de avião que aconteceu no dia exato que a Fênix havia morrido, uma invenção criada por Sinistro. No primeiro momento Scott suspeitava que Madelyne era a reencarnação de Fênix. Depois Scott aceitou quem Madelyne era e eles se casaram. Madelyne e aceite tiveram um filho chamado Nathan Christopher Charles Summers.

Logo depois, Scott conheceu Rachel Summers, sua filha com Jean de um futuro alternativo. Rachel se chamava Fênix e usava uma roupa semelhante à do original, um fato que Scott protestou. Rachel ficou chocado ao descobrir que, ao contrário de sua própria linha de tempo, Jean Grey morreu e Scott Summers era casado com outra mulher em seu lugar. Não querendo perturbar o casamento de Ciclope e Madelyne, Rachel manteve sua verdadeira relação com ele em segredo. Quando ela descobriu que Scott em breve seria o pai de uma criança que não seria ela mesma, Rachel começou a tocar na Força Fênix e prometeu restaurar a honra em nome de sua mãe. Rachel estabeleceu um elo psíquico com Nathan, jurando proteger seu irmão mais novo desde que ele nasceu.

X-FACTOR - RETORNO DE JEAN GREY

Muitos meses após a morte de Fênix, os Vingadores encontraram o casulo de Jean abaixo Baía Jamaica e trouxe-a para o Quarteto Fantástico para estudos. Jean saiu do casulo. No início, ela era incapaz de se lembrar de seu encontro com a Força Fênix, mas com a ajuda dos Vingadores e do Quarteto Fantástico, ela lembrou o que aconteceu. Como resultado de suas experiências angustiantes, Jean havia perdido seus poderes telepáticos, mas o força de seus poderes telecinéticos tinha aumentado bastante. Jean imaginou como informaria sua família de seu retorno, porque ela não sabia como dar a notícia.

Enquanto isso, o casamento de Scott e Madelyne havia se tornado tenso. Madelyne se ressentia do fato de que Scott raramente estava em casa e que ele continuava a pensar em Jean. Finalmente, Scott soube que Jean havia voltado e a Fênix tinha sido uma impostora. Scott foi duramente atingido e escondeu esta notícia de Madelyne e começou a balançar. Ele deixou Madelyne e seu filho, apesar da advertência de Madelyne em que se ele deixasse ela de novo, ele não seria mais bem-vindo.

Jean estava muito perturbada ao saber da atual onda de sentimento anti-mutante que havia subido em sua ausência. Ela também estava surpresa que os X-Men foram trabalhar ao lado de Magneto, inimigo jurado dos X-Men originais. Jean decidiu que os X-Men originais deveriam fazer algo já que ela acreditava que os X-Men se afastaram do sonho de Professor Xavier. Os cinco amigos originais fundaram uma nova organização para ajudar outros mutantes. A X-Factor pretende procurar e ajudar outros mutantes sob o pretexto de caçá-los como ameaças para a sociedade. O público assumiria que mutantes seriam caçados, quando, na verdade, eles estavam treinando jovens mutantes no uso dos seus poderes no Complexo X-Factor. Eles também trabalharam como mutantes em uma equipe referidos na mídia como X-terminadores.

Jean foi atormentada com sonhos de se tornar a Fênix. Sem saber o que fazer sobre Maddie, o bebê e Jean, Scott só se sentiu útil ao comandar sua equipe. Scott tentou entrar em contato com Maddie, mas o número foi desligado. No início, Scott tentou esconder seu casamento e filho de Jean. Jean sentiu que Scott estava sendo distante por alguma razão. Ela assumiu que ele havia se envolvido com a Fênix enquanto ela estava dormindo no casulo. Eventualmente a verdade finalmente veio. Jean percebeu que Madelyne era exatamente como ela.

A equipe lutou contra Apocalipse e sua Aliança do Mal. Apocalipse se tornaria um dos inimigos mais persistentes de Jean e do X-Factor. Uma de suas primeiras ações foi transformar seu companheiro de equipe e amigo, Anjo, e joga-lo contra eles como seu Cavaleiro da Morte.

Jean soube que sua irmã mais velha, Sara Bailey tinha começado a falar em nome dos mutantes em sua ausência. Jean e Scott foram para ver como ela estava, temendo por sua segurança. Ao chegar, a casa explodiu. Mais tarde se soube que a Sara tinha sido assassinada por mutantes que odeiam fanáticos, provavelmente por ordem do Cameron Hodge, gerente de relações públicas do X-Factor.

Sentindo-se mal em abandonar sua família, Jean sugeriu que Scott fosse pra casa para checar eles. Scott voltou ao Alasca para procurá-los. Scott e Jean ambos ainda desconhecem a influência de Sinistro sobre suas vidas. Sinistro enviou os Carrascos matar Madelyne Pryor e sequestrar Nathan Christopher. Ela foi baleada várias vezes e caiu desacordada. Ela foi levada para o hospital como Jane Doe. Sinistro apagou todos os registros de Madelyne e do bebê. Depois de encontrar o cadáver de uma jovem ruiva no rio, Scott acreditava que sua esposa estava morta e enterrada la.

Scott começou a ter alucinações e passou a acreditar que Jean, Madelyne, e a Fênix tinham sido a mesma mulher o tempo todo. As Visões de Scott quase o levou a matar Jean antes de ser descoberto que elas eram na verdade hologramas criados por Cameron Hodge, tentando destruí-los.

Jean e Scott começaram a se aproximar novamente. Scott e Jean retornaram ao local na Lua onde a Fênix havia cometido suicídio e Jean reconheceu que Scott amava Fênix e que ela o amava. Enquanto isso, Madelyne Pryor acordou de seu coma e contatou os X-Men, que concordaram em protegê-la.

A X-Factor livraram Anjo de sua lavagem cerebral. Depois de derrotar Apocalipse, sua nave senciente acidentalmente pousou em seu complexo e o X-Factor começou a viver nele. O X-Factor finalmente revelou a verdade sobre suas origens mutantes e retiraram o seu disfarce de caçadores de mutantes. Depois de salvar a cidade de uma série de incêndios em sua batalha com Apocalypse, foi dado um desfile ao X-Factor.

MORTE DO CLONE - BEBÊ NATHAN

Scott viu Madelyne e os X-Men sacrificarem-se em Dallas na TV. Suas últimas palavras foram pedir-lhes para encontrar seu filho. Usando pistas enigmáticas fornecidos pela Sina, Scott e Jean retornaram ao orfanato em que Scott cresceu e encontrou um laboratório inteiro no porão com muitas crianças, incluindo o bebê Christopher, em processo de incubação. Jean e Scott lutaram contra a Babá e seu aliado pela posse do bebê. Jean de alguma forma abriu uma ligação telepática com Nathan Christopher, apenas para falhar em impedir que demônios levassem-no. Jean reconheceu sua sobrinha e sobrinho do exército de crianças que sofreram lavagem cerebral da Babá, mas não conseguiu resgatá-los.

Depois de voltar para Nova York, Jean e Scott se reuniram com X-Factor e lutou com incontáveis demônios. X-Factor concluiu que Christopher foi levado pelo demônio N'Astirh, e Madelyne apareceu com ele chamando-se a Rainha dos Duendes. Scott ficou chocado ao descobrir que sua mulher estava viva. Madelyne começou uma luta, culpando Scott e Jean pela miséria em sua vida. Após N'Astirh ser atacado, o X-Factor e os X-Men combinaram esforços para derrotá-lo. Quando Wolverine viu que Jean estava viva, ele a beijou.

A Rainha dos Duendes tentou sacrificar o bebê, Nathan, no topo do Edifício Empire State para abrir um portal permanente entre a Terra e o Limbo. A Rainha dos Duendes se trancou com Nathan e Jean dentro de uma barreira psiônica. A invasão foi frustrada após Madelyne cometer suicídio em combate com Jean. Jean aprendeu a verdadeira origem de Madelyne. Ela foi forçada a reintegrar a parte de si mesma que a Fênix havia dado a Madelyne. No processo, Jean também reteve as memórias e as personalidades da Fênix e Madelyne. Scott apareceu para matar Sinistro com uma explosão óptica.

Após funeral de Madelyne o X-Factor foi atacado por Babá. Eles resgataram a sobrinha e o sobrinho de Jean. Eles não podiam se lembrar dela. Ela os deixou sob os cuidados de seus pais ja que sua irmã não podia mais. Alternar entre suas múltiplas personalidades tornou-se um fardo pesado para Jean. Em uma batalha com os Celestiais, as personalidades de Madelyne e Phoenix foram expurgados de seu sistema. Apenas suas memórias permaneceram e Jean estava livre.

Scott e Jean começaram a criar Nathan Christopher e passaram a leva-lo com eles em suas missões. Os poderes mutantes de Nathan Christopher começou a manifestar-se como uma bolha de força de proteção, sempre que ele estava em perigo. Mais tarde, Scott propôs Jean em casamento apenas para ser rejeitado. Jean agora possuía as memórias das propostas anteriores de Scott, tanto para a Fênix quanto para Madelyne, e precisava de tempo para ter certeza se seu relacionamento era por decisão própria e não pré-ordenado. Scott e Jean finalmente entenderam que Rachel era realmente sua filha adulta de uma realidade alternativa.

Os Cavaleiros da Tempestade sequestraram Nathan e levou-o para a base de Apocalipse na Área Azul da Lua. Apocalipse infectou a criança com o vírus Techno-orgânico, que foi se espalhando rapidamente pelo seu corpo e, se não parasse, iria matá-lo. Uma mulher oriunda dos séculos entre 37 e 39 apareceu chamando a si mesma de Irmã Askani. Ela alegou ser um membro do clã Askani que tinha a tecnologia, no seu futuro, que pode ser capaz de salvar Nathan. No entanto, ela só podia arriscar um salto no tempo sem destruir a si mesma. Atormentado, Ciclope decidiu enviar seu filho para o futuro, em vez de vê-lo morrer no presente. Por algum tempo, Scott não tinha maneira de saber se a cura Askani tinha sido bem sucedida. A telepatia de Jean voltou enquanto lutava contra o Cavaleiro Negro, Psynapse.

EQUIPE DOURADA

O Rei das Sombra voltou e, juntos, os X-Men e X-Factor o derrotou. X-Factor se desfez e todos os cinco X-Men originais voltaram com o Prof. X para a escola. Jean integrou a "Equipe Dourada" sob a liderança de Tempestade, enquanto Scott tornou-se líder da "Equipe Azul". Jean parou de usar seu codinome "Garota Marvel", preferindo o seu nome completo, Jean Grey. A membro da Equipe Azul e telepata Psylocke tentou Ciclope a trair, influenciando sua mente pelas costas de Jean. Enquanto isso, um soldado misterioso chamado Cable havia reorganizado os Novos Mutantes, a equipe mutante júnior de Xavier, em uma equipe fora da lei chamada X-Force.

A Equipe Dourada foi convidada pelo Clube do Inferno, em uma tentativa de enterrar o machado da guerra entre os dois grupos. Ele terminou mal quando Trevor Fitzroy atacou o lugar, que resultou na morte dos Satânicos. Tanto Jean quanto Emma Frost, a Rainha Branca entraram em coma. Jean de alguma forma transferiu sua psique para o corpo de Emma. Depois de acordar no corpo de Emma, ​​Jean lutou contra Trevor Fitzroy. Os X-Men resgataram-na e ela foi devolvida ao seu corpo.

Os X-Men retornaram aos túneis Morlocks para parar um jovem mutante de influenciar mentalmente os Morlocks para incitar o caos. Em uma tentativa de salvar vidas humanas, Jean foi forçada a matar o Morlock MeMe arrancando sua mente pra fora de seu corpo.

Senhor Sinistro voltou, desta vez colaborando com Apocalypse e comandando seus Cavaleiros. Sinistro enviou os Cavaleiros do Apocalipse para capturar Jean e Ciclope e depois jogou o casal contra Conflyto, em troca de um recipiente contendo uma matriz genética, ele foi levado a acreditar que continha material genético da Família Summers. Conflyto era um louco e rival de Cable. Torturando Jean e Scott, Conflyto alegou ser o filho de Scott, Nathan, que voltou do futuro em busca de vingança por ter sido abandonado. Conflyto afirmou que Cable, que compartilha o mesmo rosto de Conflyto, era um clone seu. Na superfície lunar, tanto Cable quanto Conflyto desapareceram após um dispositivo temporal explodir. Jean e Scott pensaram que tinham perdido Nathan pela segunda vez.

Jean finalmente confrontou Pyslocke por seu flerte constante com Scott, exigindo saber se Scott estava traindo ela. Psylocke usou sua psi-faca em Jean, deixando-a inconsciente. O confronto foi interrompido pela chegada de Kwannon, que informou a todos que Pyslocke tinha sido influenciada por sua personalidade mais sombria. Após este incidente, Scott tirou uma licença dos X-Men para se encontrar com seus avós no Alasca. Onde Sinistro informou a Scott que em vez da matriz genética, Conflyto o havia traído e lhe dado o mortal Vírus Legado mutante, da qual Sinistro tinha acidentalmente liberado. Até o momento em que Scott saiu de casa para voltar para os X-Men, a irmãzinha de Colossus, Illyana, já havia sucumbido ao Vírus Legado, e mais mortes estavam por vir. Scott e Jean reconciliaram-se.

Cable encontrou seu caminho de volta para o presente. Sr. Sinistro apareceu e informou a Cable que Conflyto estava errado sobre suas origens. Conflyto era o clone. Cable era Nathan Summers. Cable também foi informado por Sinistro que Tolliver, um traficante de armas com quem Cable e a X-Force tinham tido desentendimentos, era ninguém menos que o filho adotivo de Cable, Tyler Dayspring. Cable acreditava que Conflyto tinha sido morto, no entanto, Conflyto realmente sobreviveu como uma consciência no fundo da mente de Cable. Sinistro possibilitou que Conflyto controlasse o corpo de Cable. Ambos, Tyler e Conflyto, aprenderam as suas verdadeiras origens, mas o conhecimento era demais para Conflyto lidar e ele se recusou a acreditar. Ciclope, Jean, Xavier, e Dominó convenceram Conflyto a sair da mente de Cable. Tyler escapou na confusão. Cable novamente perguntou a Scott sobre sua mãe. Scott finalmente teve a maioria de suas respostas, e pai e filho começaram a construir a sua relação perdida.

Em Ação de Graças, Jean finalmente propôs Scott em casamento. Jean e seu verdadeiro amor finalmente estavam casados. Jean disse a Rachel Summers que ela espera que ela possa nascer em breve nesta realidade. Depois, no outro lado do mundo e longe de Jean, Rachel Summers se sacrificou ao exilar-se no fluxo temporal para seu colega na equipe Excalibur, Capitão Britânia. Rachel viaja dois mil anos no futuro, onde Apocalypse governava e somente o mais apto sobrevivia.

2000 ANOS NO FUTURO

Enquanto estava em sua lua de mel nas praias de Saint Barts, as mentes de Jean e Scott foram até 2000 anos no futuro por uma idosa Rachel, que se tornou a matriarca do Clã Askani, Madre Askani, após a Força Fênix tê-la abandonado anos antes. Como seus próprios corpos não poderiam ter sobrevivido na viagem temporal, Jean e Scott habitada novos corpos clonados a partir de seus descendentes.

Rachel esperou até o momento certo depois que Nathan, filho de Scott, o menino que um dia se tornaria Cable, tinha chegado no futuro infectado com um vírus tecno-orgânico após Scott o enviar para lá para encontrar uma possível cura. O vírus tecno-orgânico foi se espalhando e só poderia ser posto em cheque com telecinese.

Sob os pseudônimos de Ruiva e Magrão Dayspring, Jean e Scott criaram o menino juntos enquanto Rachel repousava em coma, mantida viva por máquinas. Magrão e Ruiva nunca disseram a Nathan de suas verdadeiras origens. Eles se juntaram a Askani inspirando a Rebelião a minar o império do Clã Apocalipse. Enquanto isso, um clone livre de vírus ,criado por Rachel, que tinha crescido das células saudáveis ​​de Nathan no caso de o vírus matar o bebê, tinha sido capturado por Apocalipse e o nomeou Conflyto. Ele seria o novo hospedeiro para o Apocalipse na próxima vez que precisasse trocar de corpo.

Depois de 12 anos Nate, Magrão, e Ruiva parou de tentar matar Apocalypse e Conflyto destruiu-o de uma vez por todas. Naquele dia, Rachel finalmente morreu de velhice. Jean e Scott foram enviados de volta aos seus corpos legítimos no presente, deixando Nate sozinho e Conflyto sob os cuidados do ex-servo de Apocaipse, Ch'vayre, que prometeu tentar criar Conflyto corretamente.

De volta ao presente, Jean e Scott revelaram a Cable que o haviam criado no futuro, como Ruiva e Magrão Dayspring. Cable jah tinha conhecimento disto há algum tempo e estava esperando por eles estarem prontos para dizer-lhes. E teve prazer em se reunir com a sua família. De volta à escola, Jean e Scott se mudaram para a antiga casa de barcos. Scott ofereceu a Cable e a X-Force um lar na mansão. Jean começou a chamar-se de Fênix afim de honrar o pedido final de Rachel. Jean treinou Psylocke no uso dos seus poderes telepáticos.

Acompanhando Scott até o Alasca para visitar seu avô no hospital, Jean esbarrou em cima de Adam-X e percebeu que havia uma conexão entre Adam e a família Summers. Adam permitiu a Jean ler as lembranças de seus dias como um piloto de combate Shi'ar para Phillip. Depois disso, Adam desapareceu e Jean decidiu não revelar seu encontro com Scott.

MASSACRE - PROFESSOR X

Jean foi confrontada por Massacre no Plano Astral, que alegou que ele poderia dar a ela o poder da Força Fênix, contanto que ela se unisse a ele. Depois que ela inicialmente se recusou, Massacre mostrou memórias escondidas do Professor Xavier, onde Jean ficou chocada ao saber que a figura paterna e mentor uma vez acreditou que ele estava apaixonado por ela. No entanto Jean ainda se recusou a Massacre. Ele deixou Jean com uma imagem do seu nome na testa.

Um assustado Fanático veio a Jean pedir ajuda. Jean tentou remover o blocos mentais que Massacre tinha instilado nele a fim de impedi-lo de revelar a sua verdadeira identidade. Quando Jean descobriu que Massacre era o próprio Xavier, Massacre psionicamente amordaçou-os. Após Massacre derrotar os X-Men, ela enviou um SOS as outras x-equipes alertando-os de que os X-Men tinham sido traídos por um dos seus próprios. Fragmentos desta mensagem sobreviveu até o futuro de Bishop. Foi determinado que Xavier tinha sido transformado em Massacre como resultado de sua tentativa de suprimir a mente de Magnto. Embora os X-Men tivessem derrotado a entidade maligna e libertado o Professor Xavier, a maioria dos heróis da Terra foram dados como mortos por um tempo. Prof. Xavier ficou impotente após a derrota de Massacre e foi preso por seu papel nos acontecimentos. Jean e Scott foram deixadas como os líderes dos X-Men e co-diretores da escola.

Jean descobriu o poderoso mutante adolescente deslocado no tempo conhecido como Nate Grey. Nate era filho de Jean e Scott de uma realidade alternativa. Essencialmente, Nate era uma versão mais jovem de Cable. Possuía vastos poderes telepáticos e telecinéticos. Nate tinha involuntariamente ressuscitado Madelyne Pryor, em uma tentativa inconsciente de chegar até a sua "mãe". Nate tentou re-absorver Madelyne, apenas para descobrir que ele não poderia, ja que ela havia se tornado independente. Apesar dele trazer de volta sua rival à vida, Jean se despede de Nate de forma amigável.

Jean e Ciclope foram enviados de volta no tempo para Londres no ano de 1759 por Madame Santidade. E acreditavam que eles estavam lá para impedir Nathaniel Essex de tornar-se o Sr. Sinistro. No entanto, Sinistro foi necessário para o nascimento de Nathan Dayspring, o Askani'son, que adoram a Madame Santidade. Ela havia os enviado ao passado para parar Apocalipse na conquista da Inglaterra.

O governo patrocinou a operação de caça mutante conhecida como "Operação: Tolerância Zero" e o vilão Bastion capturou o X-Men Jean, Ciclope, Tempestade, Wolverine, e Míssil. A S.H.I.E.L.D. fechou a operação, mas não antes de Bastion poder colocar uma bomba nanotecnologia dentro do peito de Scott. A mais nova membro dos X-Men, a médica mutante chamada Cecilia Reyes, salvou a vida de Scott.

Logo depois, Jean e Scott tirou uma licença dos X-Men para que ele possa se recuperar. Na viagem de avião para o Alasca, eles lutaram brevemente com um batalhão de soldados da I.M.A.. Enquanto estava de licença, Scott chamou os X-Men originais para reavaliar o sonho do Professor Xavier de co-existência pacífica entre mutantes e humanos. Scott começou a ficar preocupado quando Jean começou a usar o mesmo traje que a Fênix usava. Ela manifestou a Labareda Fênix durante o treinamento. Scott preocupava-se se a Fênix tinha retornado antes de Jean perder seus poderes psíquicos como resultado da Guerra Psíquica. Com nenhum dos dois mais fortes suficiente, o casal ficou na aposentadoria juntos e o assunto do retorno da Força Fênix foi esquecido por um tempo. Professor X voltou para os X-Men em sua ausência. Nate Grey visitou-os. Com os laços entre Nate e seus pais reforçados, Scott apresentou a Nate um de seus antigos uniformes do X-Factor.

APOCALIPSE

Scott e Jean voltaram para os X-Men algum tempo depois, a pedido de Tempestade. Tempestade estava preocupada com o bem-estar mental de Charles Xavier. Xavier tinha fingindo perder o controle, a fim de descobrir um traidor que ele havia percebido nas fileiras dos X-Men. O traidor acabou por ser um Skrull que tinha substituído Wolverine. Um plano arquitetado por Apocalipse e os Skrulls foi descoberto.

Apocalipse fez uma oferta para poder cósmico por montar os "Doze" - um grupo de mutantes que irão determinar o destino de sua espécie, que incluiu Scott, Fênix, Homem de Gelo, Professor X, Tempestade, Magneto, O Monolito Vivo, Bishop, Polaris, Solaris, Mikhail Rasputin, Nate Grey e Cable. Para garantir um novo corpo hospedeiro, Apocalipse procurou recolher os mutantes que ele julgou necessários para executar seu plano e sugar as energias impressionantes de "Os Doze". Eles estavam ligados a uma máquina que canalizava as impressionantes energias dos Doze em Apocalipse, o que lhe permitiu absorver o corpo de Nate Grey. Com seus companheiros de equipe caidos em torno dele, um Scott impotente salvo Nate e fundiu-se com o pretenso conquistador para criar uma nova entidade maligna. Jean detectou a psique de Scott dentro de Apocalipse e impediu que os X-Men destruíssem-no, porém, ele foi dado como morto pela maioria de seus companheiros de equipe. Só Jean e Cable se recusavam a acreditar que Scott tinham perecido, dessa forma Cable se juntou aos X-Men para homenagear seu pai.

INTERRUPTOR DE ALIMENTAÇÃO

Jean voltou para os X-Men. A fim de ajudar Psylocke após a Guerra Psíquica, Jean e Psylocke ligaram seus poderes. Jean perdeu sua telecinese, mas a sua telepatia aumentou exponencialmente. Jean começou a manifestar as "Presas da Fênix" que representavam seus poderes telepáticos "elevados acentuadamente". Como resultado do interruptor de alimentação, Jean exibia temporariamente uma forma sombria astral com um símbolo da Fênix sobre seu olho direito.

Nas ausência de Scott, Cable encontra Rachel viva e jovem no fim dos tempos. A Força Fênix havia abandonado ela. Cable trouxe Rachel de volta ao presente com ele. Rachel pediu a Cable manter em segredo seu retorno de Jean e dos outros X-Men, enquanto ela tentava colocar sua vida de volta aos trilhos.

Jean e quatro outros mutantes foram recrutados por Prosh para uma missão especial para combater O Estranho. Uma parte da missão incluía o envio de suas mentes de volta no tempo revisitando momentos-chave em seu passado para aprender novas idéias. Jean foi forçado a reviver diversos momentos de seu passado, como pilotar a nave, estando no casulo, o momento em que Fênix morreu, e encontrar a Morte em pessoa após a morte. Morte reiterou que Jean e Fênix escolheram uma a outra e disse a Jean que ela ansiava por poder quando tocou a Fênix. Morte explicou que sua fome é devido ao medo das forças fundamentais do universo, porque ela era uma mutante humana com potencial ilimitado para o crescimento. Um dia aqueles como ela poderiam crescer para substituir as forças fundamentais do universo. Jean e os outros recrutas encerraram o plano de Estranho para tornar-se o único sobrevivente de um novo universo a partir das cinzas do velho universo.


Ao investigar rumores de que ele estava vivo, Jean e Cable encontraram Scott no berço de Apocalipse em Akkaba, Egito, lutando para reafirmar sua mente sobre a psique do vilão. Jean exorcizou o senhor da guerra de Ciclope e Cable quebrou sua essência. Graças ao apoio de sua esposa e família adotiva, Scott foi capaz de livrar-se dos efeitos devastadores da sua fusão com o Apocalipse e se juntar aos X-Men.

Depois de sofrer uma mutação secundária , a telecinese de Jean retornou.


TRAIÇÃO


Após a exposição do Professor X como um mutante para o mundo todo enquanto agia secretamente sob a influência de Cassandra Nova, a escola abriu suas portas para a população mutante em geral. Xavier/Nova deixou Jean como diretora da escola.

Scott voltou aos X-Men, mas sua associação com Apocalipse lhe tinha dado uma personalidade mais sombria, mais sério do que nunca. Como resultado, muitos de seus relacionamentos se tornou tenso, incluindo seu casamento com Jean. Apocalipse o fez questionar não só a sua relação, mas sua vida como um todo. Jean, confusa com a mudança em seu relacionamento, confidenciou a Logan e os dois se beijaram na floresta fora da escola, mas Logan foi embora, dizendo a Jean que nunca iria ficar entre eles. As novas responsabilidades de Jean, juntamente com os seus crescentes poderes, obrigou-a a colocar sua atenção em outro lugar, deixando Scott com a sensação de ignorado e seu trauma de ser possuído banalizado.

Quando os U-Men atacaram a escola, os alunos auxiliados por Jean repeliram o ataque, enquanto ela, mais uma vez manifestou as presas da Fênix. Durante o ousado ataque de Cassandra Nova sobre o Império Shi'ar e a posterior agressão sobre o Instituto Xavier, Jean conectou Cérebro à mente fragmentada do Prof. Charles Xavier a todos os mutantes da Terra. A armadilha funcionou, quando Cassandra ativou Cérebro, o Professor Xavier reclamou seu corpo de volta. A Força Fênix começou a aparecer como uma outra personalidade dentro de Jean, mesmo tendo uma conversa com o Professor Xavier sobre o seu papel nos acontecimentos vindouros.

Jean convidou Emma Frost para lecionar na escola ensinando aos alunos mais talentosos técnicas telepáticas.

O racha entre Jean e Scott começou a ser preenchido por Emma Frost. A sua relação aparentemente começou como uma série de sessões de terapia psíquicas, mas Emma aproveitou desta situação para se aproximar de Scott e, sob o pretexto de conselheira dele, ela era capaz de instigar um caso telepático. Quando Jean descobriu o caso, ela forçou Emma a admitir seus verdadeiros sentimentos. Furioso consigo mesmo e Jean, Scott enfrentou Jean e exigiu que ela leia sua mente e ela finalmente concordou. Jean descobriu que Scott e Emma nunca tiveram qualquer contato físico, mesmo que Emma tenha oferecido. Scott, que sentiu que não podia tratar a sua esposa com raiva e mágoa, posteriormente, deixou os X-Men para meditar sobre o que estava acontecendo em sua vida.

Imediatamente depois, Emma foi baleada enquanto estava em sua forma de diamante orgânico pela Esme Cuckoo, e quebrou toda a cozinha da mansão. Jean, que foi inicialmente uma suspeita, separou Emma em nível molecular, exibindo poderes telecinéticos incríveis, depois de absorver o conhecimento médico de Fera.

JEAN GREY MORRE


O x-man Xorn revelou ser um traidor que alegou ser Magneto. Mais tarde, foi implícito que ele matou sob "ordens" dos RNA sencientes de Sublime. Enganado pelo impostor Magneto, Jean e Wolverine acabaram presos no Asteróide M, a deriva perto do sol. Em vez de assistir Jean morrer lenta e dolorosamente, Wolverine tentou mata-la, mas ele acordou a Força Fênix dentro dela. Usando seus incríveis poderes, Fênix/Jean voltou com Logan para Nova York para enfrentar "Magneto". O último ato de Xorn era matar Jean com um pulso electromagnético. Como ela estava morrendo, Scott pediu desculpas por machucá-la, mas Jean disse-lhe que ela entendeu e nunca tinha visto-o mais vivo e pediu-lhe para viver.

Scott foi devastado pela morte de Jean. Ele considerou deixar os X-Men, mais uma vez, mas a Jean de um futuro alternativo telepaticamente interveio em uma tentativa de evitar que seu futuro sombrio viesse a acontecer. Ela pediu Scott para viver.

Ciclope e Emma formalizaram sua relação e, juntos, a dupla reconstruiu o Instituto Xavier como co-diretores. Inicialmente, vários de seus companheiros de equipe não eram lá muito feliz com seu relacionamento, porque eles sentiram que Ciclope e Emma eram um insulto à memória de Jean e ao casamento, que ela e Scott compartilharam uma vez. Como resultado, Wolverine categoricamente insultado e lutou com Scott, Fera afirmou que ele já não gostava mais dele, e Rachel Summers, em particular, sentiu-se magoada e irritada pela falta de remorso de seu pai para o caso psíquico que Jean descobriu antes de sua morte, e por Emma estar com ele. Rachel, então, mudou seu sobrenome para Grey. Os outros X-Men, finalmente, chegaram a aceitar o relacionamento e ambos, Scott e Emma, conseguiram se conciliar com Rachel de suas próprias maneiras, tais como a introdução de Rachel a outros membros da Família Grey, a família que não teve a oportunidade de conhecer em sua própria linha temporal.

A CANÇÃO FINAL DA FÊNIX

A Força Fênix foi reconstituída antes de seu tempo e foi atacada por uma nave de guerra Shi'ar, estilhaçando uma grande quantidade de seu poder através da galáxia. A Força chegou na Terra, descobriu que o corpo de Jean foi morto, e começou a forçar a ressurreição dela. Algo deu terrivelmente errado, no entanto, e a Força Fênix enlouqueceu - mais uma vez tornando-se a Fênix Negra. As tentativas de Jean para recuperar o controle da Força Fênix tornarram-se complicadas pelas intervenções dos X-Men que queriam conter a Força Fênix e Quentin Quire que queria fazer uso de tal Força para ressuscitar Sophie Cuckoo. O Shi'ar apenas a queriam morta. Jean tomou o controle de volta da Força Fênix, com a revelação de que elas eram a mesma pessoa ("eu sou você"), e a Fênix foi restaurada à sanidade através do apoio emocional de amigos e familiares, telepaticamente transmitida a Jean. Na sua tentativa de eliminar o Fênix, porém, a nave de guerra Shi'ar gerou uma singularidade acima do Pólo Norte, cujo evento estava pra aniquilar a todos. Encontrando-se a sós com Ciclope em outro lugar, Scott lhe deu conselhos para deixá-la desfazer o dano causado pela singularidade e, assim, salvar os X-Men.

Jean voltou para a Sala Branca para começar a tarefa de encontrar os fragmentos perdidos da Força Fênix que ainda permaneciam espalhados pelo espaço e tem sido visto, muitas vezes, ajudando os X-Men. Ela ainda mostrou-se a Ciclope quando estava sendo oprimido por Força Fênix e se tornou a Fênix Negra, ajudando Ciclope a ganhar o controle de si mesmo e deixar o fragmento da Força Fênix ir embora.

Não se sabe o que aconteceu com Jean após Esperança Summers e a Feiticeira Escarlate apagou a Força Fênix da existência, ja que Jean foi praticamente um com a entidade até o ponto antes de sua morte. Embora a Força estivesse sem resquícios de Jean em AVX.

NOVÍSSIMOS X-MEN

A fim de deter Ciclope de iniciar uma revolução mutante, Fera viajou de volta no tempo e trouxe os cinco X-Men originais, incluindo Jean, para o presente.

Fonte: http://www.soquadrinhos.com/showthread.php?tid=1948
avatar
Jean Grey
X-Men
X-Men

Mensagens : 327

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário de Jean Grey

Mensagem por Jean Grey em 12.10.13 0:53

PODERES & HABILIDADES

Telepatia

Jean é capaz de ler pensamentos, projetar e transmitir seus próprios pensamentos, bem como afetar a mente de humanos e animais com intelecto superior (tais como golfinhos, corvos ou cachorros). O grau em que ela pode realizar esses feitos é muito maior quando ela está acessando a Força Fênix. Ela tem demonstrado as seguintes especialidades:

Defesa telepática:
Ela pode se manifestar a sua telepatia de várias maneiras defensivas.

Manto telepático:
Ela pode mascarar a sua presença e usar suas habilidades sem ser detectada pelos psions e entidades psíquicas. Ela pode estender essas defesas para os outros ao seu redor também. O disfarce via telepatia não é perfeito e poderosos psíquicos podem notar e "ver" através desta capacidade.

Disfarce mental:
Capacidade de reorganizar as "frequências mentais" dos mutantes para que seus distintos padrões de pensamentos mutantes não possam ser detectado pela máquina cérebro ou por outros telepatas.

Escudo psíquico:
Capacidade para erguer um escudo psíquico para a proteger a si mesma e a de outros.

Ilusões telepáticos:
Ela pode criar ilusões telepáticas realísticas e levar as pessoas a experimentar eventos que não estão realmente ocorrendo

Camuflagem telepática:
Ela pode alterar a aparência física de si mesma e de outras pessoas, alterando as percepções daqueles ao seu redor. Podendo ir mais longe ao fazer as outras pessoas acreditarem que não está lá(invisível). Um limite, se existir, é apenas imposto pelo número de pessoas que ela tenta enganar, não o número de pessoas que ela está camuflando.

Manipulação telepática:
Ela pode manipular mentes das outras pessoas facilmente, alcançar uma variedade de efeitos.

Controle da Mente:
Pode controlar os pensamentos e ações dos outros.

Posse Mental:
Pode possuir a mente de outra pessoa, e usar esse corpo como se fosse dela própria.

Alteração de personalidade:
Ela pode alterar as mentes dos outros pela força de vontade, permanentemente mudando sua personalidade parcial ou integralmente.

Paralisia Mental:
Ela pode induzir paralisia física ou mental temporária.

Amnésia Mental:
Ela pode apagar qualquer consciência de memórias particulares ou causar amnésia total.

Transferência mental:
Ela pode transferir a mente dela e poderes e abrigar em outros corpos, se seu próprio corpo físico for de alguma forma morto.

Curar trauma:
A capacidade de apagar memórias de uma pessoa e de curar o trauma mental através de "cirurgia psíquica", o poder de estimular ou amortecer a dor e centros de prazer no cérebro das pessoas.

Sedativos Mentais:
Pode telepaticamente "sedar" suas vítimas de modo que, se já inconsciente, eles permanecem assim durante o tempo que ela determinar.

Acelerador Neural:
Ela pode aumentar a velocidade das sinapses neurais no cérebro, que pode intensificar poderes mutantes a níveis incríveis, mas o efeito é apenas temporário.

Inibição Energética:
Capacidade de colocar "inibidores psíquicos" na mente dos adversários para impedir que usem seus poderes.

Fazer ligação mental:
Capacidade de desenvolver uma ligação mental com qualquer pessoa que se mantém relação a esse indivíduo.

Explosão psíquica:
Ela pode projetar parafusos de força psíquicos que não têm efeitos físicos, mas que podem afetar a mente da vítima de modo a causar a dor ou inconsciência e dar a alguém morte cerebral.

Projeção Astral:
Pode projetar a forma astral de seu corpo no plano astral ou no plano físico. No plano físico, ela pode viajar em forma astral através de grandes distâncias. No plano astral, ela pode mentalmente criar objetos psiônicos e manipular os aspectos de seu ambiente. Ela pode se comunicar com os outros astralmente através de sua própria vontade, ou através do contato com os pensamentos e memórias de outros.

Detecção mental:
Ela pode sentir a presença de outro mutante super-humano dentro de um pequeno raio, mas não define de onde são emitidas as radiações mentais.

Pássaro flamejante psíquico:
Ela pode manifestar a sua telepatia como um pássaro de fogo psíquico; cujas garras poderia infligir danos físicos e mentais.

Telecinese

Projeção de energia psicocinética que lhe permite levitar objetos, impulsionar ou manipulá-los como desejar, levitar-se e mover-se através do ar simulando voo, estimular moléculas individuais para criar calor, gerar força de concussão, como explosões ou rajadas, e criar escudos de proteção.

Enquanto ela tem acesso à Força Fênix, ela é capaz de manipular a matéria e energia em escala sub-atômica, com sua telecinese. Ela pode até mudar seu uniforme em roupas comuns, e levantar ​​múltiplos objetos pesados de uma só vez, sem nenhuma dificuldade.

Sensibilidade Telecinética:
Isso permite que ela sinta a textura dos objetos onde ela aplica seu poder telecinético, sinta quando outros objetos entram em contato com eles, e sonda-os em nível molecular para identificar se eles contêm materiais estranhos ou sentir quando dois objetos possuem similaridades compostas em suas celular, com sua telecinésia.


Força Fênix

Jean Grey foi conhecida por ser uma Mutante Nível Omega. Desde o nascimento, Jean é uma poderosa mutante telepática e telecinética. Ela também é o avatar preferido da Força Fênix, e ao mesmo tempo atuando como seu avatar, ela é uma das entidades cósmicas mais poderosas da Terra-616.

Inicialmente, os poderes de Jean estavam apenas restrito a telecinese, e até mesmo levantar seu próprio peso rapidamente causava cansaço. Ao treinar sua telecinese surtiu uma melhora, mas não foi até ser liberada da câmara de estase em que foi colocada pela Força Fênix que sua telecinese realmente começou a se tornar poderosa.

A telepatia de Jean foi suprimida ainda jovem por Charles Xavier após presenciar e sentir toda a dor de sua amiga até morrer, Annie Richardson. Mais tarde, Xavier retirou esses bloqueios mentais para uma Jean mais madura. Ela voltou a perder a telepatia após sua libertação do casulo Fênix, só para recuperá-la, depois de enfrentar Psynapse com a X-Factor. Por si mesma, ela é uma poderosa telepata, mas notadamente mais fraca de tipos como Charles Xavier ou o Rei das Sombras.

Ao acessar a Força Fênix, no entanto, a telepatia e telecinese de Jean são intensificados a níveis incrível.

Como o avatar preferido da Força Fênix, Jean pode aumentar consideravelmente seus poderes tocando nas energias vitais daqueles que ainda não nasceram. A Força Fênix também permite a seus avatares manifestar poderes adicionais:

Viagem interestelar:
O avatar das Força Fênix pode voar sem ajuda através do vácuo do espaço, e podem viajar distâncias interestelares mais rápido que a velocidade da luz

Pirocinese cósmica:
Jean, enquanto age como um avatar da Força Phoenix, pode criar chamas "cósmicas" sob quaisquer condições mesmo as impossíveis, como no vácuo do espaço ou debaixo d'água. Estas chamas não necessitam de oxigênio para queimar, e queimam tão intensamente que a matéria é consumido sem subprodutos, tais como cinzas. Jean tem perfeito controle sobre essas chamas, e eles só consomem o que ela quer. Normalmente, eles se manifestam como uma ave ou parte de uma presa, como uma garra ou asas. Não está claro se essas chamas são uma extensão de sua poderosa telecinese ou uma propriedade mais abrangente da Força Fênix, ou é possível que ela possa criar suas poderosas chamas 'cósmicas' pela combinação de ambos os poderes telecinéticos e uma extensão da Força Phoenix como o resultado de seu status como a verdeira Fênix. É certamente certo que as chamas cósmicas são apontadas literal a propositalmente pela Fênix para "queimar o que não funciona".

Ressurreição:
A Força Fênix pode ressuscitar outros mesmo depois de terem morrido. Não se sabe se fatores como o tempo após a morte tem um efeito sobre a capacidade de ressuscitar uma pessoa com sucesso, nem é claro como a Fênix chama de volta a alma de uma pessoa ao seu corpo.

Imortalidade:
Jean e a Força Fênix são uno-consigo-mesmas, em algum nível fundamental, e como tal, Jean nunca pode realmente morrer. Após a morte de sua forma corpórea, Jean passa um tempo na Sala Branca fazendo "serviços de uma Fênix". A Força Fênix também pode restaurar o corpo de Jean a vida, apesar de que parece haver alguma limitação desconhecido para o quão rápido ela pode fazer com sucesso após sua morte.

Manipulação Temporal:
Enquanto age como a Força Fênix, Jean pode manipular o passado distante através de grandes poderes temporais e com um conhecimento profundo do efeito colateral que suas ações causarão. Pode ser o caso que o tempo não é um conceito que se aplica à Sala Branca.
avatar
Jean Grey
X-Men
X-Men

Mensagens : 327

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário de Jean Grey

Mensagem por Jean Grey em 12.10.13 16:10

MINHA VERSÃO PARA O FORUM
Por: Thaessa Viza

O lugar era negro. Não tinha chão onde pudesse pisar. Seu corpo estava suspenso. Não tinha nada que pudesse tocar. O silencio reinava naquele lugar. Os momentos que atreveu a abrir os olhos, foram por conta de alguns vislumbres ou vozes lhe chamando. Permaneceu ali, não se sabe por quanto tempo. Dormia a todo tempo. Até que...

- Scott... Scott... Scott...

Um clarão rompeu aquele lugar e um barulho ensurdecedor como explosão a despertou. Sentiu seu corpo sendo sugado. Então...
Abriu os olhos. Sua visão estava turva. Estava escuro, mas não era a escuridão que costumava ver. Pontinhos luminosos se formavam assim que sua visão voltava ao normal. Era o céu estrelado. Pode ver também as copas das arvores. Virou o rosto para o lado e passou a mão no que parecia ser folhas secas. Pegou algumas e amaçou. Somente pelo desejo de sentir. Aquilo seria real ou mais um de seus vislumbres?
Sentou um pouco encurvada. Seus cabelos tampavam meu rosto. Eles pareciam uma cascata de sangue. Estavam ondulados e bem comportados. Levantou com dificuldade. A quanto tempo não sentia seu corpo? O primeiro passo que deu a fez desequilibrar e cair. Levantou novamente em uma segunda tentativa. Fora mais firme. Onde estava?
Vagou pelo bosque a procura de alguma coisa. Não sabia o que buscava. Começou a ouvir barulhos de carros e pessoas caminhando, mas antes de que eu pudesse vê-los, fora atingida por um turbilhão de vozes que invadiram sua mente.

- Ah!!!!! - Gritou de dor. Elas não paravam de falar.

Em seguida sentiu alguém lhe tocar, foi então que ouviu barulhos de carros batendo e de pessoas gritando em panico. Essa foi sua unica lembrança, pois tudo voltou a ficar escuro.
Despertou com alguém a tocando novamente, mas fora mais rápida e segurou a mão de quem lhe tocava. Era uma mulher vestida de branco e cabelo em um coque.

- Calma. Você esta segura aqui. - Disse ela assustada e segurando uma agulha em mãos. Era a enfermeira do lugar.

Jean olhou pros lados. A sala era ampla com paredes e piso cinza. Armários fechados com portas de vidro. Vários monitores. Tudo muito bem equipado. Se sentou e percebeu que estava em cima de uma maca de metal e que tinha fios em sua cabeça e no peito a monitorando. Levou a mão até sua cabeça que por sinal latejava e tirou cada fio.

- Onde estou?
- Na enfermaria da Academia X. - Falou ela um pouco surpresa.
- Academia X?
- Não se lembra? Ah.. acho que vou chamar alguém.

A mulher caminhou até uma especie de interfone e somente disse:
- Ela acordou.

Sua cabeça não parava de girar. Tentou vasculhar sua mente procurando alguma resposta, mas tudo que lembrava era do bosque e nada mais. O resto parecia flashs encoberto por um pano branco. Algumas vozes e nada mais do que isso. Ouviu a porta pesada se abrindo.

- Jean!

Levantei a cabeça pra ver quem me chamava. Ao menos meu nome eu me lembrava. Era uma mulher negra, magra, de belos traços e de cabelos branco. Usava jeans escuros, uma bota preta salto alto e uma blusa branca.
Quem era ela?
A mulher veio em sua direção e a abraço. Sentiu as lagrimas dela tocar seu rosto.

- Sentimos sua falta.

Ela recuou para me observar. Tinha um enorme sorriso no rosto.

- Quem é você?

O sorriso dela sumiu. Sua expressão parecia que acabara de ver um fantasma. Ela olhou pra enfermeira em busca de respostas e ela somente sacudiu os ombros e mostrou uma expressão de que não sabia a resposta. Ela voltou a me encarar. Se aproximou ainda mais e tentou pegar sua mão, mas antes que ela puder fazer isso, Jean cruzou os braços e encarou a parede do lado. Não queria pessoas estranhas te tocando como bem entendesse.

Foi assim que Jean Grey voltou a Academia X. Junto dos X-Men.
Ninguém sabia, mas a Fênix adormecia junto com as memorias de Jean.


EXPLICAÇÕES
Esperança libertou a Fênix e a Fênix voltou pro seu eu, Jean Grey. Elas eram uma só. Jean fora acordada por conta da união da Fênix e assim pode voltar a Terra. A Fênix estava cansada e por conta disso dormiu e ao fazer isso, encobriu as memorias de Jean, a deixando vulnerável.
avatar
Jean Grey
X-Men
X-Men

Mensagens : 327

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário de Jean Grey

Mensagem por Jean Grey em 07.09.14 16:30

Jean e a Fênix estão na Sala Branca, não se sabe onde exatamente isso fica, mas é bem distante da Terra.
A Fênix está em um poleiro feito de ouro. Ela não está muito bonita, pois suas penas voltam a crescer à medida que os segundos passam. Jean está com uma túnica leve bem longa, branca, que lembra aos antigos faraós. Algumas peças de ouro enfeitavam sua túnica. Seus cabelos vermelhos dão um toque de graciosidade na sala praticamente vazia. Ela está escorada na parede de braços cruzados com uma expressão pensativa.

- Então é assim que acaba. Novamente os fiz sofrer. Estou mal com isso. Nunca consegui levar uma vida em paz. Acho que não quero voltar. Chega de fazê-los sofrer, de fazer o Scott sofrer. - Falou encarando o chão. Tinha um olhar triste e um pouco vazio.
- Vai abandonar tudo? - Falou a Fênix em seu poleiro tentando ajeitar suas novas penas.
- Não é abandonar, é deixar a vida seguir seu curso. Deixar que eles pudessem finalmente construir suas vidas definitivamente.
- Mas se não fosse por nós, o Apocalypse teria triunfado e seus amigos morrido.
- Eu sei.
- Jean, nossa missão é acabar com o que não presta para proteger quem amamos.
- Eu sei. - Ela deu um longo suspiro.
- Temos que voltar, sempre vai ter que voltar se for preciso. Precisamos ser o equilíbrio da Terra. - A Fênix a encarou.
- E isso não acaba? - Jean a encarou.
- Sabe que não. Sempre alguém vai querer se levantar e temos que estar lá para impedir.
- Não quero voltar. - Ela saiu de sua posição e começou a anda pela sala branca.
- Precisamos voltar. Scott fechou a escola.
- O que? Como sabe? - Jean virou pra Fênix horrorizada com a noticia e se aproximou do poleiro.
- Só precisa saber que eu sei. Ele desistiu Jean. O caos começa a se formar. - A Fênix sacudiu seu corpo mostrando que seu processo de "nascimento" tinha concluído e estava linda com suas novas penas alongadas e num tom vermelho-alaranjado.
- E depois de um tempo temos que nos sacrificar e deixar a dor pra trás em seus corações, não quero isso. - Jean voltou a andar de um lado para o outro um pouco incomodada.
- É preciso.
- Não tem outra forma? - Olhou por cima do ombro suplicando com o olhar pra que ela desse uma boa noticia.
- Que eu saiba não.
- Mas você sempre sabe de todas as coisas. - Encarou o vazio pensativa.
- Não exatamente.
- Realmente temos que voltar? - Foi até a Fênix ficando diante dela. Sua voz estava calma, mas triste.
- Sim. - Ela confirmou com a cabeça.

Jean voltou a andar pelo lugar pensativa sob os olhos da Fênix. Então ela parou e falou:
- Então sob uma condição.
- Qual?
- Que eles não saibam quem somos.
- Porque isso?
- Porque ao menos posso estar perto deles, mas se eu precisar partir, não vai ser doloroso. Ao menos minha culpa assim será menor.
- Você não tem culpa de nada e você sabe disso. - A Fênix tentou parecer mais alta do que era pra mostrar que desaprovava aquele pensamento.
- Você me entendeu. É minha condição. Não quero voltar como a Jean Grey que todos conhecem. Quero estar perto deles quando precisarem, mas sem que eles tenham medo que eu esteja no meio. Viu? Da ultima vez eles não me contaram nada. Iriam morrer. Nem quero imaginar o que aconteceria se eu não tivesse descoberto sobre o Apocalypse. - Voltou a andar na sala incomodada.
- E o que pretende fazer?
- Podemos assumir outra forma? - Jean parou e colocou o dedo indicador próximo da boca mostrando que estava pensativa.
- Não.
- Hmm. Ok, só posso voltar com meu corpo? - A Fênix confirmou com a cabeça. - Mas posso voltar com ele em qualquer idade?
- O que vai aprontar Jean? - Seu tom era confirmando que isso era possível, mas tentando entender o que Jean pretendia.
- Quero voltar como uma criança, mas já sabendo de tudo que já nos aconteceu. - Seu olhar parecia nascer uma esperança de uma provável volta a Terra.
- Está louca? Uma criança? - A Fênix se agitou.
- Ninguém vai suspeitar de uma criança.
- Claro que vão. Não fazem crianças de nível Omega a todo o momento, ainda mais ruiva. Vão saber que é você.
- Nunca voltei como criança. E eu sabendo de tudo que sei, não deixarei que percebam.
- Péssima idéia Jean. - A Fênix tentava tirar essa idéia da cabeça da jovem.
- É minha condição. - Jean a encarava. Talvez essa fosse a melhor forma de ter uma vida mais tranqüila perto de seus amigos.

A Fênix suspira e deixa que a ponta de sua calda comece a queimar.
- Que idade vai ter?
- Acho que 12 anos. Devo estar bastante diferente...
- Ao menos se comporte como uma criança, principalmente perto de quem mais te conhecia. Especialmente Scott, se quer que seu plano dê certo. Saiba que vai ter algumas pequenas dificuldades, afinal, vai estar em um corpo de criança e sua mente às vezes vai confundi-la.

Jean acenou com a cabeça mostrando que tinha entendido o recado. Rapidamente a Fênix entra em combustão e voa pra cima de Jean a acertando. Um clarão toma conta do lugar e tudo some.

De volta em terra firme. Jean se vê soterrada no meio uma pilha de enormes folhas amareladas. Parecia que estava no quintal de uma casa branca feita de madeira. O lugar era cercado com arames cruzados. Do outro lado ela podia ver um enorme campo com poucas arvores e algumas vacas. Estava em uma fazenda.
Ela levantou se limpando e percebeu que o chão estava mais próximo de si. Jean deu um sorriso ao perceber que era uma criança.
- Anna sai dessas folhas e venha comer! - Gritou uma mulher abrindo a porta dos fundos da casa e logo sumindo de vista.
- Anna? - Sussurrou e olhando pros lados.
"Te apresento sua mãe, Margareth. Seu pai logo vai conhecer, se chama John." - Falou a Fênix em sua cabeça.
- Não estou entendendo nada. Onde os conseguiu?
"Eles estão hipnotizados, relaxa. Serão seus pais adotivos. Me precavi dos detalhes."

Jean, agora que se chamava Anna, vivia ao sul do Canadá, perto da fronteira com os Estados Unidos. Seus pais eram amáveis, mas a deixava desconfortável por saber que eles estavam sendo controlados para ser algo que talvez eles não fossem.
- Fênix, isso está errado, não podemos deixá-los assim.
"É por um tempo, até sua história ficar convincente. Uma criança não aparece do nada sem ter uma família. Você que me pediu isso Jean, mas se acalme, não vai durar muito."

Jean passou os dias se acostumando a ser chamada de Anna. Ela era vista como uma criança prodígio na escola. Ela tentava se conter ao saber dos assuntos nas conversas dos adultos e até mesmo nas atividades escolares. Era difícil controlar a sabedoria. Era como tentar trancar seus conhecimentos. Ela ficou por ali durante alguns meses, usava a escola pra tentar copiar o comportamento de uma criança comum. Sabia que tudo estava o caos e que os mutantes eram noticias a todo o momento na TV, mas não chegou a reconhecer nenhum nas vezes que via as noticias. Sabia também que muitas forças malignas estavam surgindo, mas acreditava que os X-men estavam dando conta do recado. A reputação dos mutantes não estava muito boa.
Jean acabou se perdendo um pouco na vida de uma criança. Fez algumas amizades e não se lembrava da ultima vez que havia se sentido, feliz. Em casa era raro usar seus poderes, até chegava a esquecer que os tinha e que era uma adulta em corpo de criança. Estava tudo bom demais pra ser verdade. Ela começou a evitar assistir noticias e qualquer coisa relacionada a mutantes. A Fênix já não falava com ela há tempos. Ela não queria perder o que estava tendo. Uma vida normal.
Tudo mudou com uma visita de sua amiga Laila. Seus pais ficaram conversando e resolvendo questões da fazenda. Era um assunto chato e as duas acabaram indo para o pasto. Elas estavam conversando distraídas em baixo de uma arvore em meio ao pasto quando o chão começou a tremer e ao olhar pra trás, elas viram um enorme touro correndo pra cima delas.
- LAILA CORRE! – Gritou Jean/Anna.
Elas correram, mas Laila era muito lenta. Afinal, era apenas uma criança. Anna olhou pra trás e viu o touro se aproximando rapidamente e percebeu que a garota não conseguiria. Ela parou de correr e se virou para o touro apontando a mão direita pro animal o lançando pra trás com a força da telesinese. Ele ficou caído desmaiado no chão por ter batido a cabeça.
- Você está bem? – Anna foi até a amiga e segurou em seus ombros. Elas estavam ofegantes.
- Você... você é uma... mutuna. – Falou a garota decepcionada e um pouco em choque tirando as mãos de Anna de si.
- O que importa é que você está bem.
- Não, não estou. Você é como... eles. Vou embora. – Ela saiu pisando firme.
- Por favor Laila, não conte a ninguém... por favor. – Anna foi atrás da amiga.
Laila não falou mais nada e ao entrar na casa, ficou do lado dos pais. Anna/Jean ficou observando a cena e pensando em tudo que andou fazendo desde que voltara. Os visitantes foram embora e Anna chamou os pais pra conversar.
- Quero pedir desculpa a vocês. Não sei como cheguei a esse ponto ou como permiti que tudo isso acontecesse. Acho que suas famílias estão os procurando. Chega de viver nessa mentira. Essa não é minha vida. Me perdi em uma ilusão e não posso continuar com isso. – Ela suspirou e os abraçou. – Obrigada por tudo, mas é hora de vocês acordarem e de eu partir. – Lagrimas começaram a escorrer, pois tinha gostado de ter uma família e de se sentir protegida e sem tantos problemas nas suas costas.
Jean levantou a mão no ar e moveu anulando a hipnose. O casal caiu em um sono profundo lhe dando tempo para arrumar suas coisas e partir.
“Hora de voltar pra casa Jean.”
Ela voou pra longe. Era hora de voltar aos Estados Unidos. Hora de rever a Academia X.
Jean pousou longe da Academia e decidiu seguir o percurso a pé. A surpresa foi encontrar tudo fechado. O jardim estava descuidado e não parecia ter ninguém ali. O que estava acontecendo? Não queria invadir, pois não sabia se as defesas da Mansão estavam ativadas.
- Não pode ser. Onde estão todos?
Jean apertava o interfone loucamente, mas parecia não estar funcionando. Ela se sentia desamparada. Sentou no meio fio sentindo o desespero tomar conta de si.
- Novamente falhei.

[Abertura de turno]
avatar
Jean Grey
X-Men
X-Men

Mensagens : 327

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Diário de Jean Grey

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum