PvP - Louis Romanov vs. Eve Amelia Smith e Lana D'yer Elrien

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

PvP - Louis Romanov vs. Eve Amelia Smith e Lana D'yer Elrien

Mensagem por Gustavo Katzmann em 27.01.15 21:39

Regras:

- O primeiro a chegar a 20 de HP perde;
- Estão liberados 3 ações por turno;
- Uso de equipamentos liberados somente o que está na Ficha X;
- A ordem de postagem será alternada, o primeiro a postar, será o segundo a postar no próximo turno, e assim sucessivamente;
- Situações em que o jogador se afaste do cenário da luta, ou caso um dos dois afirme que está fugindo da luta, será dada a vitória ao adversário.


Local: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
avatar
Gustavo Katzmann
X-Men
X-Men

Mensagens : 874

Ficha X
Level : 2
Grupos de Poder: Fisiologia Felina
Dinheiro: $249

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: PvP - Louis Romanov vs. Eve Amelia Smith e Lana D'yer Elrien

Mensagem por James Taylor Evans em 30.01.15 0:22

Ja era de madrugada, a lua estava alta no céu, eu estava dirigindo por entre ruas e mais ruas de bairros da periferia de Nova York, em direção ao ponto de encontro que teria com um dos muitos contatos que eu possuia. Estava buscando algumas certas informações a algum tempo, e havia colocado até um prêmio de vinte mil dólares para quem as conseguisse. E, pelo que parecia, o informante dessa vez havia feito o que eu mandei.
Nosso ponto de encontro era um velho galpão abandonado contruídos em um antigo estilo colonial. Havia sido de tudo aquele lugar, loja,casa, prédio público, e sua última ocupação foi como estoque para uma grande loja de livros, camisetas, e action figures, mas após esta falir, o galpão ficara desativado e sem pessoas para trabalhar. Ao chegar lá, abri o portão deste e entrei com meu carro. Estacionando-o bem ao lado do grande depósito, desliguei o carro, desci deste com a mala de dinheiro na mão, travei seu alarme e adentrei na construção. É importante dizer que não estava totalmente desarmado ali, vestia por debaixo de minhas roupas, meu uniforme especial e trazia escondido em minhas veste muitas facas e adagas. Era precavido contra aquele tipo de pessoa.
Sobre o galpão. Parecia que nada havia sido retirado dali, estantes de metal estavam por todo lado, muitas caídas, e algumas até mesmo com alguns itens ainda, cheios de teias de aranha. Além das estantes, era possível ver ladrilhos em uma ou duas paredes (lembranças de seus anos de casa provavelmente, pequenas escadas de três e cinco "andares", banquinhos, telhas caídas, duas empilhadeiras desligadas em um canto, cadeiras o, alguns armários embutidos na parede e até mesmo um ou dois eletrodomestico que acredito que eram usados pelas pessoas que trabalhavam ali. Sobre tudo isso, uma grossa camada de poeira cobria tudo.
E lá no meio, estava meu contato. Me aproximando dele sério, cumprimentei-o com um aceno da cabeça e disse:
- E então, conseguiu o que eu pedi?
- É claro senhor, mas vou demorar um pouco para conseguir lhe contar tudo, é muito coisa o que o senhor quer saber. Sente-se um pouco... - ele disse apontando para uma cadeira próxima a mim com um pouco menos de poeira mas ainda suja, tentando parecer educado e demonstrando um pouco de temor por minha presença. Pelo que parecia ele havia preparado aquilo para mim.
- Não, agrrradeço mas estou aqui somente pelas informação. Comece. - falei educadamente mas sério, e em resposta o outro somente mexeu a cabeça visivelmente consternado e começou a falar.
avatar
James Taylor Evans

Mensagens : 432

Ficha X
Level : 2
Grupos de Poder: Criocinese
Dinheiro: $40

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: PvP - Louis Romanov vs. Eve Amelia Smith e Lana D'yer Elrien

Mensagem por Lana D'yer Elrien em 30.01.15 17:12




PVP - LOUIS ROMANOV VS. EVE AMELIA SMITH E LANA D'YER ELRIEN
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Icons of death float on beyond me
Whispering my name and breathing my fear
O meu estômago se contorcia pela fome, quase a rosnar de ódio por não ter nada para digerir desde a tarde, quando eu comi um hambúrguer após gastar meus últimos tostões. A situação estava feia. O pouco dinheiro que trouxera para me sustentar nessa minha fuga lamentável havia acabado. E eu ainda não me sentia segura o suficiente para me arriscar nas ruas de N.Y como uma ladra, mas a cada dia que se passava eu sentia que precisava começar.

Todo o luxo e conforto que tinha em Las Vegas ficou para trás. Após descobrir que meu guardião era na verdade um vampiro e que minha presença ao seu lado o colocaria em risco, decidi me afastar e o único lugar que achei aceitável para fugir seria N.Y, onde eu conhecia minimamente. E lá estava eu... Sem dinheiro, pois nunca poderia usar meus cartões, assim seria encontrada; sem comida, pois o único dinheiro que trouxe só durou nos primeiros dias e sem um teto, mas acabei encontrando um galpão abandonado e nele dormia durante a noite.

Meu estado era lastimável, fazia com que sentisse muitas saudades daquilo tudo que havia deixado. Eu estava imunda, sem banho fazia um dia completo, quase não me reconhecia debaixo de toda a poeira rala que manchava meu rosto e se impregnava debaixo de minhas unhas. Muitas vezes pensei em voltar para o aconchego do meu lar, mas pensava em como isso prejudicaria Érebus. Eu precisava ser forte e aguentar. Precisava crescer.

Fiz meu caminho rumo ao galpão, lá teria ao menos alguns pedaços velhos de pano e poças de água da chuva, com isso improvisaria uma limpeza até pensar no que fazer pela manhã. Enquanto caminhava sob a luz da lua, pensava no meu colchonete velho e surrado, mas macio. Queria descansar meus ossos sobre ele e dormir o mais rápido e profundamente possível, assim esqueceria de tudo que ainda me entristecia e também daquela fome até a manhã seguinte. Havia caminhado por horas naquele dia, analisando o espaço ao meu redor, observando alguns estabelecimentos interessantes e locais fáceis para cometer furtos. Não poderia permanecer daquele jeito por mais tempo. Havia chegado o momento de arriscar.

Cheguei ao portão do local e logo estranhei o que tinha de novo lá: um carro luxuoso que nunca tinha visto por ali. Meus sentidos, que antes pareciam prestes a desligarem, rapidamente ficaram atentos. Pelo local, pelo horário e pela hora, o dono daquele carro se estivesse mesmo ali não estaria para boas coisas. Pensei em dar meia volta e encontrar um outro canto qualquer, mas naquele lugar todos os becos e estabelecimentos abandonados já estavam sendo habitados por algumas criaturas super hostis que eu não queria enfrentar novamente. Por isso decidi me camuflar entre as sombras, encontrar meu cafofo confortável e seguro para me deitar e simplesmente dormir. Não queria saber o que o dono daquele carro fazia lá dentro, só desejava que ele não me visse e nem me incomodasse.

Para me sentir um pouco mais segura peguei um pedaço de pau qualquer e decidi que se fosse surpreendida, acertaria o dito cujo na cabeça com toda a força que possuía e depois sairia correndo. Ainda olhei para dentro daquele carro caro, pensando se haveria algo de valor em seu interior, mas o risco dele ter alarme e atrair seu dono me fez desistir de qualquer ideia mais ousada.

Com passos silenciosos e muita cautela, segui entre as sombras oferecidas pelo local sinistro, felizmente elas serviam para me ocultar muito bem. Ao longe, vindo do que parecia ser o centro de todo o lugar, vozes falavam e não eram vozes das sombras. Dois homens estavam ali, aumentando ainda mais o meu receio e minha curiosidade. Para ouví-los melhor, coloquei-me atrás de uma das colunas daquele lugar escuro e ouvi, tendo o cuidado para não ser descoberta. Segurava firme aquele pedaço de madeira forte, mirando as silhuetas robustas de dois homens estranhos, um inclusive segurava uma maleta. Perguntei-me o que teria ali dentro. Armas? Alguma coisa que eles negociariam? Dinheiro?

A possibilidade de ter dinheiro naquela maleta fez meu estômago vibrar e um sorriso brotar em meus lábios ressecados, pois até agua para beber estava sendo difícil de encontrar. Se realmente tivesse dinheiro ali, eu poderia comer algo, comprar algumas roupas e me hospedar em algum lugar minimamente decente, com uma ducha e a possibilidade de tomar um banho com muita privacidade. Por isso a minha ideia de simplesmente dormir e descansar foi deixada para trás. Eu ficaria ali para saber o que estava acontecendo e se tivesse oportunidade tomaria aquela maleta da forma mais furtiva que pudesse.

AÇÕES:


OBS:  Passiva Camuflagem Primordial em ação
Nome: [P] Camuflagem Primordial
Grupo: Magia Primordial
Efeito: -3 nos testes para a notar nessas situações.
Descrição: Como uma abençoada pelos primordiais da criação, Lana tem certa facilidade para se camuflar entre ambientes onde haja névoa, sombras/escuridão, muita anarquia e caos, além da noite. Nesse tipo de ambiente ela passa praticamente despercebida se não decidir mostrar-se. É como se ela se mesclasse ao local.


#1: Após perceber a presença de um outro alguém no local, Lana se arma com um [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
#2: “Armada” ela decide se ocultar entre as sombras da noite e entrar no galpão.
#3: Ao ouvir as vozes dos homens para atrás de uma pilastra, ainda camuflada pelas sombras e observa tudo, interessando-se pela maleta que Louis carrega.

PODERES:


(Liberdade às Sombras)
Nome: [A] Liberdade às Sombras
Natureza: Raciocinio [T], Intelecto [D]
Grupo: Domínio sobre as sombras/escuridão.
Teste: -4, precisa alcançar o reflexo do alvo.
Dano: 1d10+2
Recarga: 1 vez a cada dois turnos.
Descrição: Com sua capacidade de dominar as sombras, a personagem está apta a imobilizar o alvo usando a própria sombra dele. Assim, com o portal das sombras abertos as criaturas mais cruéis têm a liberdade de se manifestarem, atormentando o alvo de diversas formas e ainda torturando-o com ferimentos cortantes por todo o corpo.

(Comunicação Sombria)
Nome: [P] Comunicação Sombria
Grupo: Domínio sobre a Escuridão/Sombras
Efeito: Uma vez por Missão ou RP, o narrador pode dar UMA informação importante sobre a Missão ou alvo, se for sobre um alvo precisa ter intelecto Igual ou inferior.
Descrição: Lana consegue se comunicar com criaturas das sombras, sendo estas em sua maioria não muito poderosas, raramente há manifestações de demônios ou sábios e magos antigos. O controle dela sobre estes seres é mínimo e a menina não possui muita concentração e nem paciência, assim como também não consegue dar ordens e nem sentir a intenção das entidades.

(Imponência  Primordial)
Nome: [P] Imponência Primordial
Grupo: Magia Primordial
Efeito: -1 para a afetarem, desde que tenham intelecto interior ao dela.
Descrição:Toda imponência concedida pelos primordiais a Lana faz com que qualquer um, amigo ou inimigo, a vejam com respeito e em certos casos, temor. Isso afeta diretamente no sucesso de ataques ou ações contra a personagem, diminuindo seus efeitos/danos. No dia-a-dia as pessoas apenas escolhem entre teme-la ou respeitá-la.

(Camuflagem Primordial)
Nome: [P] Camuflagem Primordial
Grupo: Magia Primordial
Efeito: -3 nos testes para a notar nessas situações.
Descrição: Como uma abençoada pelos primordiais da criação, Lana tem certa facilidade para se camuflar entre ambientes onde haja névoa, sombras/escuridão, muita anarquia e caos, além da noite. Nesse tipo de ambiente ela passa praticamente despercebida se não decidir mostrar-se. É como se ela se mesclasse ao local.


EQUIPAMENTOS:


Nome: [-] Grimório (Livro das Sombras)
Descrição: Foi presente, tendo uma aparência simples no início e sendo personalizado com o passar do tempo. Desde seus seis anos Lana escreve em seu grimório, o primeiro presente dado por Érebus à garota. No princípio ela escrevia pequenas anotações das energias que passavam e o que diziam. As primeiras páginas possuem muitas informações confusas, mas à partir dos dez anos da garota tudo mudou. Os seres das sombras que aparecem raramente e que ela considera mais elevados e poderosos começaram a lhe ditar algo como se fossem feitiços, magias extremamente poderosas e um aviso é bem claro: Não inicie este caminho enquanto não houver o clamor das trevas primordiais. Essa é a frase que mais provoca arrepios na menina.
Como todo grimório, este livro guarda variadas informações mágicas, tudo referente aos conhecimentos adquiridos por Lana, que não teve apenas o auxílio dos espíritos, mas também de seu protetor. A cada ano que passa ele parece conter mais informações preciosas e um fato intriga a menina : suas páginas parecem não ter fim.

Nome: [-] Colar de prata e onyx
Descrição: Um colar de aparência sofisticada e trabalho fenomenal que foi dado à Lana por Érebus em seu aniversario de 15 anos. É um item poderoso e místico, mas a menina ainda não descobriu qual sua real função.

DEFEITOS, ATRIBUTOS,HP E PERÍCIAS:


DEFEITOS

- Curiosidade (1 ponto): Extremamente curiosa, a garota sempre vive em busca de novos conhecimentos e quer saber sobre seu passado, sobre o segredo das sombras, sobre qualquer assunto mais misterioso. Isso poderá causar-lhe problemas.
- Fanatismo (1 ponto): Toda a admiração e dependência de Lana por Érebus beira ao fanatismo. Apesar de muitas vezes o homem mostrar uma personalidade duvidosa e cruel, ela tem plena convicção de que ele é o único que a amará e protegerá para sempre.
- Juventude (1 ponto): Sua pouca idade muitas vezes a impede de entrar em certos lugares e fazer certas coisas...
- Magnetismo Sobrenatural (1 ponto): Toda a bagagem trazida pela viagem da encarnação anterior de Lana lhe rendeu a abertura de poder se comunicar com os mais diversos mundos e criaturas. As criaturas das sombras a perseguem pelo seu dom e quando os deuses primordiais decidirem se manifestar tudo se tornará ainda mais complicado. Será cobrada a herança dada pelos primordiais maiores, justamente Érebus, Nyx, Caos e Calígena.
- Temeridade (1 ponto): Quando trata-se de proteger aquele a quem ama Lana não se importa se colocará sua integridade física (ou até mesmo vida) em risco ou não. Outro ponto que pode fazer com que ela ignore o perigo é sua curiosidade.

ATRIBUTOS

01 Potencia
01 Reflexo
02 Intelecto
02 Raciocino

Pontos de Vida "HP": 103

PERICIAS

- Ocultismo
POST: 01 || COM LOUIS || PVP
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
avatar
Lana D'yer Elrien

Mensagens : 98

Ficha X
Level : 1
Grupos de Poder: Alteração de Realidade
Dinheiro: $400

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: PvP - Louis Romanov vs. Eve Amelia Smith e Lana D'yer Elrien

Mensagem por Eve Amelia Smith em 01.02.15 18:32

Tagged Tagged Tagged Tagged
Contatos...


Andar durante três dias... Sem rumo e com uma fome do cão. talvez fugir da minha aldeia não tenha sido a melhor ideia, já que o mundo lá fora me maltrata, quer me matar, ou quer fazer experiências comigo. Começava a ficar com uma certa raiva do mundo "lá fora", e agora eles conseguiram me tirar do sério e tacaram pedras na minha direção! Ahh não! Dessa vez não!

Corri atrás dos pequenos por algumas ruas e eles se esconderam dentro de uma casa, ou sei lá o que era aquilo. Bati o pé no chão, deixando uma pegada e fazendo um pequeno tremor e falei.

- Saiam desse local agora! Ou eu vou arrancar o teto e engolir os dois.

Dessa vez eu não estava brincando, estava apenas muito nervosa.


I [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] Lollita


Passivas:
Nome: [P] Gigantinha
Grupo: Gigante
Efeito: Recebe +2 nas jogadas de potencia.
Efeito: Ergue até 100kg x Potencia.
Efeito: Recebe -1 nas jogadas de reflexo.
Descrição: Eve possui uma estatura muito mais alta que os outros humanos. Possuindo uma altura em torno de dez metros de altura, um prédio de 3 andares (contando com o térreo).Com essa altura avantajada, ela acaba ganhando um bônus de acerto e de potência, e um redutor de reflexo. (Eve é sempre uma giganta, RPS, eventos, mestrados e narrações off)


Nome: [P] Forte III "Substitui os anteriores"
Grupo: Gigante
Potencia: +3 nos testes.
Peso: levanta 200kg x Potencia
Descrição: Possui uma força extraordinária

Nome: [P] Rápido I
Grupo: Humano
Pré-Requisito: Pelo menos nível 1.
Reflexo: +1 nos testes.
Velocidade: 5km/h x Reflexo.
Descrição: Com as pernas compridas, Eve consegue ser bem rápida.

Nome: [P] Redução de dano II (substitui o anterior)
Grupo: Gigante
Efeito: 1d4 vs danos ao seu corpo.
Descrição: Como o corpo de Eve é muito grande, danos “pequenos” são quase que ignorados pelo corpo dela. E sempre é necessário uma quantidade maior de veneno para afetá-la. (Essa passiva é apenas para redução de dano físico e venenos).
avatar
Eve Amelia Smith

Mensagens : 4

Ficha X
Level : 1
Grupos de Poder: Sem ficha
Dinheiro: $500

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: PvP - Louis Romanov vs. Eve Amelia Smith e Lana D'yer Elrien

Mensagem por Harkness em 06.02.15 4:03





Louis movido por suas próprias ambições, chega a um galpão que aparentava ser abandonado, lá dentro, ele se encontra com o rapaz que já estava a sua espera, e ambos começam a conversar.
Do lado de fora, Lana que havia acabado de chegar, movida pela curiosidade, se arma com um pedaço de madeira.
Usando seu poder, ela se camufla na noite e adentra no local, podendo escutar tudo o que era falado, sem ser notada.
Ainda do lado de fora, Eve, a menina gigante inicia uma perseguição contra jovens que haviam jogado pedras nela.
A voz de Eve ressoou pelo local, chamando atenção de todos, inclusive daqueles que estavam dentro do galpão.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
avatar
Harkness

Mensagens : 711

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: PvP - Louis Romanov vs. Eve Amelia Smith e Lana D'yer Elrien

Mensagem por Lana D'yer Elrien em 07.02.15 0:07




PVP - LOUIS ROMANOV VS. EVE AMELIA SMITH E LANA D'YER ELRIEN
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Icons of death float on beyond me
Whispering my name and breathing my fear
Meus olhos ainda mantinham-se fixos na maleta dos sonhos e nos dois homens misteriosos que haviam se infiltrado em meu refúgio secreto naquela noite. A ideia obsoleta de atacar aquele que a carregava surgiu na minha mente. Deslizei sorrateiramente minha mão em meio à bagunça generalizada daquele lado do balcão e o que encontrei foi um pedaço pesado de pedra que certamente havia desabado daquele galpão em ruinas. Peguei-o, pensando em atacar certeiramente à distância o homem que carregava a maleta.

A curiosidade de saber o que tinha no interior daquele item superava qualquer tipo de obstáculo moral. Sem falar que aqueles dois conversando daquele modo e naquele lugar não me indicava boa coisa, sendo assim, não me pareciam pessoas confiáveis e por tudo isso por que eu deveria me conter e ter algum tipo de piedade?

Estava prestes a lançar o pedaço de concreto quando duas figuras entraram no local. Eram mais intrusos em meu refúgio, mas arranjei uma maneira de vê-los de uma maneira positiva. Meu pensamento foi suficientemente rápido para analisar a real situação. Eles vinham às costas daquele que segurava a maleta, alguns metros à minha direita e se eu tacasse logo aquele bendito pedaço de concreto, bem provável que o homem imaginasse que haviam sido eles os responsáveis, já que estavam tão concentrados no que diziam e foram fazer ali. Sem mais refletir, lancei a pedra, tendo como alvo a cabeça do intruso que carregava a maleta, usando a força máxima que meu corpo permitia e torcendo para ter uma boa mira capaz de acertá-lo em cheio.

Mal terminei de lançar a minha pequena arma e senti um leve tremor no solo, algo que quase me fez perder o equilíbrio por ser tão repentino. Escorei-me em uma das pilastras, ainda oculta pelas sombras e segurando o improvisado pedaço de madeira que permanecia em uma das mãos. Ouvi então uma voz vibrante e sinistra ressoar pelo local, ela mandava dois indivíduos saírem dali. Imaginei que se tratava daqueles dois que haviam entrado esbaforidos no galpão, não havia como serem os homens sinistros e muito menos eu por questão de lógica e tempo.

O berro atraiu minha atenção, fazendo com que me infiltrasse ainda mais entre as sombras daquele lugar. Amaciei ainda mais meus passos, tornando-os silenciosos ao máximo. Apenas recuei o suficiente para não correr o risco de ser percebida, mas ainda ser capaz de ter uma visão favorável de tudo o que acontecia. Abaixei-me perto de uma pilastra, apenas para continuar observando e vendo se meu pequeno plano improvisado e louco havia dado resultados positivos. Olhava para cima, para os lados, para frente, pronta para me esquivar diante de qualquer incidente.

AÇÕES:


OBS: Continua com seu [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] em uma das mãos.
Passiva Camuflagem Primordial em ação
Nome: [P] Camuflagem Primordial
Grupo: Magia Primordial
Efeito: -3 nos testes para a notar nessas situações.
Descrição: Como uma abençoada pelos primordiais da criação, Lana tem certa facilidade para se camuflar entre ambientes onde haja névoa, sombras/escuridão, muita anarquia e caos, além da noite. Nesse tipo de ambiente ela passa praticamente despercebida se não decidir mostrar-se. É como se ela se mesclasse ao local.


#1: Lana pega um pedaço de pedra no chão do local
#2: Formando um rápido plano, lança a pedra na direção de Louis quando os dois novos intrusos no galpão entram correndo, torcendo para acertar e para que o... tio pense que foram eles.
#3: Volta a se camuflar nas sombras, abaixando-se ao lado de uma pilastra para ver o resultado e preparada para esquivar caso algo dê errado. Ainda tem o pedaço de madeira em mãos.

PODERES:


(Liberdade às Sombras)
Nome: [A] Liberdade às Sombras
Natureza: Raciocinio [T], Intelecto [D]
Grupo: Domínio sobre as sombras/escuridão.
Teste: -4, precisa alcançar o reflexo do alvo.
Dano: 1d10+2
Recarga: 1 vez a cada dois turnos.
Descrição: Com sua capacidade de dominar as sombras, a personagem está apta a imobilizar o alvo usando a própria sombra dele. Assim, com o portal das sombras abertos as criaturas mais cruéis têm a liberdade de se manifestarem, atormentando o alvo de diversas formas e ainda torturando-o com ferimentos cortantes por todo o corpo.

(Comunicação Sombria)
Nome: [P] Comunicação Sombria
Grupo: Domínio sobre a Escuridão/Sombras
Efeito: Uma vez por Missão ou RP, o narrador pode dar UMA informação importante sobre a Missão ou alvo, se for sobre um alvo precisa ter intelecto Igual ou inferior.
Descrição: Lana consegue se comunicar com criaturas das sombras, sendo estas em sua maioria não muito poderosas, raramente há manifestações de demônios ou sábios e magos antigos. O controle dela sobre estes seres é mínimo e a menina não possui muita concentração e nem paciência, assim como também não consegue dar ordens e nem sentir a intenção das entidades.

(Imponência  Primordial)
Nome: [P] Imponência Primordial
Grupo: Magia Primordial
Efeito: -1 para a afetarem, desde que tenham intelecto interior ao dela.
Descrição:Toda imponência concedida pelos primordiais a Lana faz com que qualquer um, amigo ou inimigo, a vejam com respeito e em certos casos, temor. Isso afeta diretamente no sucesso de ataques ou ações contra a personagem, diminuindo seus efeitos/danos. No dia-a-dia as pessoas apenas escolhem entre teme-la ou respeitá-la.

(Camuflagem Primordial)
Nome: [P] Camuflagem Primordial
Grupo: Magia Primordial
Efeito: -3 nos testes para a notar nessas situações.
Descrição: Como uma abençoada pelos primordiais da criação, Lana tem certa facilidade para se camuflar entre ambientes onde haja névoa, sombras/escuridão, muita anarquia e caos, além da noite. Nesse tipo de ambiente ela passa praticamente despercebida se não decidir mostrar-se. É como se ela se mesclasse ao local.


EQUIPAMENTOS:


Nome: [-] Grimório (Livro das Sombras)
Descrição: Foi presente, tendo uma aparência simples no início e sendo personalizado com o passar do tempo. Desde seus seis anos Lana escreve em seu grimório, o primeiro presente dado por Érebus à garota. No princípio ela escrevia pequenas anotações das energias que passavam e o que diziam. As primeiras páginas possuem muitas informações confusas, mas à partir dos dez anos da garota tudo mudou. Os seres das sombras que aparecem raramente e que ela considera mais elevados e poderosos começaram a lhe ditar algo como se fossem feitiços, magias extremamente poderosas e um aviso é bem claro: Não inicie este caminho enquanto não houver o clamor das trevas primordiais. Essa é a frase que mais provoca arrepios na menina.
Como todo grimório, este livro guarda variadas informações mágicas, tudo referente aos conhecimentos adquiridos por Lana, que não teve apenas o auxílio dos espíritos, mas também de seu protetor. A cada ano que passa ele parece conter mais informações preciosas e um fato intriga a menina : suas páginas parecem não ter fim.

Nome: [-] Colar de prata e onyx
Descrição: Um colar de aparência sofisticada e trabalho fenomenal que foi dado à Lana por Érebus em seu aniversario de 15 anos. É um item poderoso e místico, mas a menina ainda não descobriu qual sua real função.

DEFEITOS, ATRIBUTOS,HP E PERÍCIAS:


DEFEITOS

- Curiosidade (1 ponto): Extremamente curiosa, a garota sempre vive em busca de novos conhecimentos e quer saber sobre seu passado, sobre o segredo das sombras, sobre qualquer assunto mais misterioso. Isso poderá causar-lhe problemas.
- Fanatismo (1 ponto): Toda a admiração e dependência de Lana por Érebus beira ao fanatismo. Apesar de muitas vezes o homem mostrar uma personalidade duvidosa e cruel, ela tem plena convicção de que ele é o único que a amará e protegerá para sempre.
- Juventude (1 ponto): Sua pouca idade muitas vezes a impede de entrar em certos lugares e fazer certas coisas...
- Magnetismo Sobrenatural (1 ponto): Toda a bagagem trazida pela viagem da encarnação anterior de Lana lhe rendeu a abertura de poder se comunicar com os mais diversos mundos e criaturas. As criaturas das sombras a perseguem pelo seu dom e quando os deuses primordiais decidirem se manifestar tudo se tornará ainda mais complicado. Será cobrada a herança dada pelos primordiais maiores, justamente Érebus, Nyx, Caos e Calígena.
- Temeridade (1 ponto): Quando trata-se de proteger aquele a quem ama Lana não se importa se colocará sua integridade física (ou até mesmo vida) em risco ou não. Outro ponto que pode fazer com que ela ignore o perigo é sua curiosidade.

ATRIBUTOS

01 Potencia
01 Reflexo
02 Intelecto
02 Raciocino

Pontos de Vida "HP": 103

PERICIAS

- Ocultismo
POST: 02 || COM LOUIS, EVE e uns outros intrusos || PVP
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
avatar
Lana D'yer Elrien

Mensagens : 98

Ficha X
Level : 1
Grupos de Poder: Alteração de Realidade
Dinheiro: $400

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: PvP - Louis Romanov vs. Eve Amelia Smith e Lana D'yer Elrien

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum