Deus! Como se eu acredita-se...

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Deus! Como se eu acredita-se...

Mensagem por Helena Diamond em 07.07.14 12:13

Deus! Como se eu acredita-se...

Era pra ser mais um dia daqueles em que eu apenas procurava algum lugar onde eu pudesse sentar e tomar o meu café da manhã como uma pessoa normal que nasceu sem nenhuma anomalia que se assemelhasse a um 'demônio'.

Sempre achei esse termo pejorativo, mas era exatamente assim como os velhos nos chamavam. Sempre tive a vontade de mostrar para esses manés quem é o demônio na vida de quem. Nunca tive coragem. Estava tudo do jeito que eu imaginava, aquele dia perfeito que eu só vivia em meus sonhos.

Cheguei ao local e me sentei em um canto qualquer. Admirei ao ver ali ao meu lado me encarando um homem alto, forte e moreno. Comendo torradas com achocolatado, não tirava sequer o olhar de mim. Estava a duas messas adiante e notei que ele tinha alguma coisa sobre a cintura, que chegava a afastar um pouco a camisa clara que estava por cima.

Após alguns minutos aguardando o meu pedido, aparece naquele local um homem de uniforme conhecido. Era da Divisão Anti-mutante. Logo cedo? Atormentando a vida dos outros... Queria que algum deles fossem caçados logo cedo também. Pensei, de uma forma um pouco desconfortável. Meus malditos pensamentos se realizaram como num passe de mágica infernal. Quando aquele cara uniformizado caminhou alguns passos em minha direção, por alguma razão eu fiquei nervosa. Senti uma leve contração em minha mente e fui obrigada a expor sem querer os meus poderes...

... Voltei a si e o que eu pude ver aos meus pés foi uma linha de sangue. Aquele homem que me encarava acabou de perfurar o pescoço do agente da Divisão Anti-mutante com uma espécie de chicote metálico. Ele recuperou a 'arma branca' e me puxou pelo braço. Corremos alguns metros até um outro carro próximo. Enquanto eramos protegidos dos tiros por algo invisível. Ele praticamente me empurrou para dentro e entrou pela porta de trás.

Eu sem alternativa obedeci. Sem saber direito o que estava acontecendo, tinha uma certa noção de como ligar o carro e acelerarei! Antes que pudéssemos bater, o carro misteriosamente virou e continuamos a fuga. Enquanto aquele homem atrás se revelava e me explicava o que aconteceu comigo...


Continue...



Tipo de Postagem: One Post.

Vagas disponíveis: Exitem apenas 3 vagas, porém uma delas já está reservada para Aailen Valentine. Aqueles que quiserem reservar as vagas postem aqui dizendo que aceitam a missão e preparem o sua história aqui mesmo.

Como iniciarei o meu post: Pode começar de onde parei; ou iniciar da maneira que quiser desde que não fuja da minha história.

E o que farei em seguida para continuar a história? Seu objetivo é relatar como foi sua fuga, existe quatro carros lhe perseguindo e você terá que narrar como foi que cada um dos carros perdeu o controle... Lembre-se é você no volante e o seu parceiro na chacina para possibilitar a fuga. Como vai descrevê-lo? Sabe aquele canalha, mulherengo que tá nem aí pra opinião dos outros? É ele.

Conheça o seu parceiro de fuga: Wall-e

Que comece seu post, Boa Sorte!
avatar
Helena Diamond
Fantasma
Fantasma

Mensagens : 301

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Deus! Como se eu acredita-se...

Mensagem por Harkness em 03.09.14 15:08

Missão Cancelada
avatar
Harkness

Mensagens : 711

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum