Dente de Ouro

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Dente de Ouro

Mensagem por Harkness em 09.06.14 19:00



Dente de Ouro


Era uma noite fria na cidade do México.
Enquanto o vento sussurrava lá fora, um homem moreno com cabelos oleosos de estatura média virava mais uma dose de cachaça no balcão.
A garçonete que estava no momento, não conseguia entender o que um homem tão bonito estaria fazendo naquela "espelunca" em plena segunda feira..
Ele com certeza não era como os outros fregueses do bar, pois estava bem vestido, como se estivesse indo para uma festa.
O homem fez um sinal pedindo mais uma dose daquela bebida que descia quente por sua garganta. Ele olhou fixamente nos olhos da garçonete enquanto ela servia mais uma dose, e observou a moça se afastando.
Com um olhar tristonho, o homem virou sua ultima dose de cachaça e ao bater o copo sobre o balcão se levantou.
Seus olhos agora estava com uma coloração alaranjada, armas psionicas apareceram em sua mão e logo depois uma gritaria começou..
Se o bar não fosse numa estrada, afastado de qualquer civilização, provavelmente o barulho que se seguiu haveria chamado a atenção.
Disparos de balas psionicas começaram por todo o bar, e em poucos segundos todos do local estavam mortos.
Juarez, "o homem moreno", fez com que as armas desaparecessem da mesma forma que apareceram, e em seguida pegou o celular e discou um número que estava programado na discagem rápida..
- Trabalho comprido - falou ele, enquanto pegava uma garrafa de cachaça e se servia, tendo que pular por sobre o corpo da garçonete no chão.
- Ótimo trabalho, 15km seguindo a estrada em sentido norte você encontrará sua recompensa. Ela. se encontra dentro uma uma borracharia, procure por Pablo e lhe diga " Dente de ouro" e ele saberá do que se trata. -
Juarez desligou o telefone e andou em direção a saída do bar.

Pontos necessários: Mutante, é agora que vc aparece, narre você chegando no bar e dando de cara com Juarez enquanto ele esta de saída num carro de ultima geração, você deverá entrar no bar e verificar o estado do local, tente descobrir como todas aquelas pessoas foram mortas, e de um jeito de seguir Juarez.
Sua missão é: Prenda-o VIVO.


Pré Requisitos: Ser nível 1

Vagas
: 02 (Cada um com uma versão diferente)

Tipo da Missão: One Post

Narrador Responsável: Alexandra Le Fay

Obs: A postagem deve ser feita neste tópico.



✖✖
avatar
Harkness

Mensagens : 711

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dente de Ouro

Mensagem por Krieg K. Hook em 29.06.14 16:47

missão aceita
avatar
Krieg K. Hook

Mensagens : 55

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dente de Ouro

Mensagem por Trevon J. Kane em 29.06.14 17:52

Missão aceita.
avatar
Trevon J. Kane

Mensagens : 33

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dente de Ouro

Mensagem por Krieg K. Hook em 29.06.14 22:05


Bohemian Rhapsody

I see a little silhouetto of a man

Estava no meio do deserto, desta vez eu sabia como havia parado tão longe de uma cidade, eu havia dormido em um deposito de ônibus na noite passada, me escorrei atrás de uma barra de ferro no bagageiro embaixo e acordei de manha no meio da estrada, sendo jogado para fora do bagageiro pois o motorista havia notado um barulho estranho e achou que havia alguma bagagem solta.
Enfim, aquilo resumia meu dia até as 6 da tarde, eu estava suando um bocado, mas a noite logo cairia e eu estava começando a sentir uma brisa fria, estava caminhando pelo deserto com a Sawboner em mãos, fora uma longa caminhada até chegar a alguma construção, era um bar um pouco rustico, sua fachada lembrava uma taberna do velho oeste, provavelmente muitos motoqueiros passavam por ali diariamente.
Na frente do bar estava um carro, não sabia o nome do carro mas ele tinha cara de novo, caminhei pelo carro enquanto via um homem moreno, estava perto da entrada do bar quando o carro saiu devagar, provavelmente o motorista não estava com tanta preça, porém estranhei algo, o bar estava queto, ao entrar entendi o silencio, muitos corpos, todos caídos e com certeza todos mortos, alguém com dinheiro não deixaria pessoas assim vivas para trás, caminhei até perto do balcão vendo a marca de um copo na madeira, o copo era de tamanho pequeno até, procurei pelo chão um copo que aparentaria ter tamanho semelhante e passei o dedo no liquido que estava derramado, era cachaça, provavelmente ele havia bebido aquilo, ja que havia um leve espaço entre o banco onde a marca do copo estava e os corpos, como se ele tivesse surpreendido a todos, olhei o corpo da garçonete caída, ela tinha realmente um bocado de furos, provavelmente por ficar andando pelo bar e não sentada de longe não fora atingida apenas uma vez, o que indicara que as balas eram rápidas, provavelmente suas armas eram automáticas, sai do bar e vi as marcas do carro dele, indicavam o caminho que eu havia vindo, porém a unica coisa entre a cidade e o bar seria uma borracharia um tento quanto próxima e um belo deserto, resolvi caminhar por ali, não sabia exatamente quanto tempo demoraria para chegar em uma cidade pelo outro lado, então procurei por uma moto, achando uma que ainda estava com a chave, provavelmente pertencia a alguém que só iria passar rapidamente por aqui, sai na direção em que ele seguira, eu fui rápido, quando cheguei la ele estava entrando no local, parei a moto um pouco longe e desci, fui a pé faria menos barulho, me aproximei da entrada ainda escondido ouvindo-os conversarem la dentro, me esgueirei para mais perto do carro moderno do homem moreno, e ouvi ele dizer:
- Olá Pablo, vim pelo Dente de Ouro.
Estranhei a situação mas notei o olhar de Pablo, ele havia me visto? estava olhando fixamente na minha direção, não podia perder tempo esperando ali parado, peguei a Sawboner e prendi ela entre a embreagem e a lateral do interior fazendo-a pressionar o acelerador enquanto eu me afastava, deu certo o carro começou a acelerar indo direto na direção deles entrando na garagem da borracharia, o tal Pablo conseguiu se jogar para o lado se salvando, o homem moreno porém foi acertado na perna Esquerda quando se virou para ver o que estava acontecendo caindo no chão.
Me escorei na parede olhando a situação do local o cara que eu estava procurando estava no chão, corri antes que ele tivesse um tempo de reação e acertei-lhe um chute na cabeça, seguido de alguns socos para certificar que ele estava desmaiado.
Me virei para Pablo e disse:
- Ele é apenas um intrometido, sou eu que vim pelo Dente de Ouro.
O homem tremeu mas não quis questionar, provavelmente imaginando que eu o surraria também, ele caminhou até uma porta lateral e me entregou uma caixa entrando em panico e olhando atrás de mim, me virei rapidamente a tempo de ver o homem moreno com uma arma na mão, eu já tinha visto a destruição que ele causou antes e tinha que ser esperto, respirei fundo e disse:
- Oh mama mia, mama mia, mama mia let me go, Beelzebub has a devil put aside for me.
Ele ficou confuso, eu também estava, até notar um pé de cabra próximo do meu pé, movi meu pé rapidamente tentando lançar o pé de cabra na direção dele enquanto abaixava o corpo usando a caixa para cobrir minha cabeça, ele atirou porém o tiro passou direto por cima de min acertando Pablo e o meu pé de cabra bateu em sua perna ferida o fazendo gritar de dor e desviar a arma, corri, como nunca antes, acertei-lhe um chute nas costelas enquanto segurava a caixa e logo em seguida usei-a para bater em sua cabeça o desmaiando novamente.
Coloquei a caixa embaixo do braço direito e peguei o corpo dele usando o braço esquerdo, andei até a moto que havia pego anteriormente, não seria o bastante para levar os dois objetos até a cidade, volteia  borracharia e entrei em um dos carros que estava do lado de fora, joguei ele no porta malas, a caixa no banco de trás, voltei para pegar a Sawboner e após isso sai, na direção que seguia para a cidade mais próxima.
Scaramouche, Scaramouche, will you do the Fandango?
credits @ CG


Arma usada:
Nome: [A] Sawboner
Link: http://www.dudeiwantthat.com/entertainment/cosplay/borderlands-psycho-bandit-buzz-7031.jpg
Natureza (Sem Tática): Potencia [D]/Reflexo[T]
Natureza (Tático): Intelecto [D]/Reflexo[T]
Tipo: Pancada ou Corte
Calibre: -
Balas: -
Moedas: 150 (100 da criação)
Teste (serra): +2
Dano (serra): 1d10+2
Teste (martelo): +1
Dano (martelo): 1d10+3
Recarga: 1 vez por ação.
Descrição: Uma ferramente velha com uma serra de cortar lenha presa na ponta, não é tão efetiva quanto uma arma de ultima geração mas funciona.

Off: interpretei como pude, desculpe se cometi algum engano e.e
avatar
Krieg K. Hook

Mensagens : 55

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dente de Ouro

Mensagem por Harkness em 29.06.14 22:53



Dente de Ouro


Gostei da narração, foi bastante objetiva e seguiu exatamente com os pontos necessário. Poderia ter sido um pouco mais profundo.
Recebe 15 Pf's e 100 Moedas



✖✖
avatar
Harkness

Mensagens : 711

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dente de Ouro

Mensagem por Trevon J. Kane em 18.07.14 12:25

Dente de ouro
E tudo queimou


----------------------------------------------------------
-------------------------------------------------------------------



México, um lugar incrível, ainda mais pra se visitar durante o recesso escolar, muito sol, muito calor, garotos bonitos e latinos nem tanto, um local aparentemente pacífico, fora uma ou outra discordância da parte dos cidadãos, durante essa época as noites costumam ser tão quente quanto o dia e o dia é tão quente quanto o próprio inferno, e se fosse pra passar pelo inferno pra encontrar o meu progenitor eu passaria, e se for necessário incendiar o próprio inferno.

Durante algum tempo nas ruas como vigilante eu encontrei um cara que me deu uma informação de um suposto Juarez que talvez sabia do paradeiro do Zanbata, o problema é que ele estava no México, mesmo sabendo que era um tiro no escuro eu tinha que tentar.

Logo no inicio da nossa excursão a pequena cidade alguns garotos pararam a mim e a minha amiga para uma conversa, apenas ela falou, eu não falo nem um pouco de espanhol, no máximo sei dizer copito e amigou, mas isso não vinha ao caso, não tenho tempo pra brincadeira e futilidades, sou uma heroína, tenho que aguardar até o anoitecer.


Com o cair da noite.

A noite caíra, todas as minhas pistas levaram para um bar no meio da estrada, uma espelunca, do tipo que bêbados e prostitutas vão, o bar é meio desanimado, com a falta do barulho, melancólico, sem o mínimo de barulho a espelunca parece um lugar onde os bêbados vão para chorar. Disfarçada com uma calça jeans e uma camisa quadriculada ninguém iria reparar na moça da cidade com tranças no cabelo.

Há mais ou menos 15 metros do bar o que continuava no extremo silêncio me incomodava, no México em uma segunda o que eu pensaria é tinha muita gente chorando e reclamando da vida, falando como queriam ir pros Estados Unidos ser cuidar de gramados e jardins. Continuei andando em direção, durante o caminho em direção do bar paro para ver um Civic muito lindo, verde com neons roxo por baixo e uma pintura incrível, era do tipo que eu deixaria o dono me levar para jantar.

Em 6 metros do bar um moço saía, cabelos pretos, o homem estava de cabeça baixa, não consegui identificar as características, mas o carro que eu havia visto antes tinha sido destravado, o que me leva a acreditar que o carro é dele. Ele passa por mim e cumprimenta falando. — Buenas chica caliente. — Aquilo eu entendi, devo dizer que ele está certo, sou uma chica caliente.

Na entrada do bar coloco a mão sobre a porta e ouço os pneus do carro cantado na estrada, ao abrir a porta da espelunca me deparei, com uma visão de destruição e devastação, o meu cabelo automaticamente se ateou fogo e um sussurro sai dos meus lábios entre abertos. — É ele — Era tarde de mais quando percebi, mas não tarde para a Salamandra, o meu corpo inteiro se cobriu de chamas e como uma bala segui meu alvo.

O Alvo já estava a três quilômetros distantes, mas o carro dele é fácil de reconhecer. Não estava muito longe, mas não estava na estrada principal, sem pensar e com os nervos a flor da pele ateei fogo na estrada não o deixando passar, o moço saiu do carro, de longe é possível ver os olhos amarelos brilhantes, ele se abaixa na porta do carro de lá usa uma pistola brilhante começa a atira, não ficando atrás também atiro algumas bolas de fogo nele.

Durante a troca de projéteis uma das balas do atirador acerta uma bala no meu ombro, a dor é bastante forte, sinto doer dentro do osso, como se todos os nervos estivessem sendo lentamente massacrados por uma força esterna, aquilo me levou a cair, minhas forças falharam e eu não conseguia me manter no ar.

A minha aterrissagem foi conturbada e ao levantar a cabeça lá estava ele, com sua arma apontada para meu rosto. Ele não estava tão longe, ele suava, sua mão começava a ficar trêmulas, eu estou apoiada no joelho esquerdo, com a mão esquerda no chão, a outra se encontrava no meu ombro oposto, com uma carinha de choro, apesar de saber que a carinha de cachorro que caiu da mudança não iria mudar em nada, ele é um assassino implacável de sangue frio prestes para atirar na minha cabeça e acabar com as funções cerebrais, mas uma sirene tirou a atenção dele.

A Sirene na qual havia chamado a atenção do atirador era uma sirene de bombeiros e polícia que provavelmente vinham averiguar o que estava causando aquele fogo todo, aproveitando que o rosto dele estava olhando para o outro lado eu lanço uma rajada de fogo, a face dele foi completamente incinerada, aproveitei que ele se encontrava incapacitado e lhe dei uma rasteira e o desmaiei com um golpe na cabeça.

Não pude ficar para o ver ser preso, tive que fugir voando, mas com certeza sei que ele vai ficar um tempo na cadeia.



• •


Thanks Thay Vengeance @ Cupcake Graphics
avatar
Trevon J. Kane

Mensagens : 33

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dente de Ouro

Mensagem por Harkness em 11.08.14 20:37



Dente de Ouro


Gostei da narração, foi bastante objetiva e seguiu exatamente com os pontos necessário. Poderia ter sido um pouco mais profundo.
Recebe 15 Pf's e 100 Moedas



✖✖
avatar
Harkness

Mensagens : 711

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dente de Ouro

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum